« Airport Madness 3, para quem gosta de aviões e tráfego aéreo Baku, optimize o seu Windows »
31/07/2011
Escrito por em Análises | 7.548 Leituras

Por cortesia da Philips, chegam para testes ao KeroDicas.com dois leitores MP4 da marca holandesa, o GoGear Ariaz e GoGear ViBE, ambos de 4 Gigas. Estes dois equipamentos provam a qualidade e conhecimento que esta empresa tem no campo do áudio! Se estão a pensar em gastar as vossas mesadas ou o vosso estimado salário na compra de um equipamento de áudio portátil, vejam estas duas opções altamente viáveis!

Recentemente a Philips renunciou ao mercado dos televisores após a forte concorrência que vinha a sentir das “novas” marcas asiáticas (com especial atenção à LG e Samsung) a estas terem forçado a baixa dos preços ao consumidor final, reduzindo assim as margens. A marca holandesa teve de pôr fim à sua presença de mais de 60 anos neste mercado, apesar de ter criado uma Joint-Venture com uma empresa chinesa AOL para a continuação da exploração da sua tecnologia.

Contudo, o mercado do audio sempre foi dos mercados em que a Philips se destacou pelos melhores motivos e estes leitores MP4 apenas vêem comprovar uma vez mais isso mesmo.

Começando pelo início, deixo-vos uma tabela com as características principais de cada leitor

Dimensão e Construção – Ariaz e ViBE

Apesar do Ariaz se mostrar com uma maior dimensão em comparação com o ViBE, justificado pelo maior ecrã, ambos têm uma dimensão bastante confortável para ser colocado num bolso sem qualquer incómodo da locação diária. No que toca à sua maneabilidade, o Ariaz ganha pontos devido à sua largura tornando o seu manuseamento mais facilitado na palma da mão.

Em termos de construção é notório que a Philips tentou dar um aspecto e feel mais Premium ao Ariaz quando comparado com o ViBE. O Ariaz destaca-se pelo seu unibody em metal dando a sensação de uma maior solidez na mão. O custo deste corpo metalizado transmite-se no maior peso em comparação com o ViBE, mas totalmente justificado pela solidez e design aparente, com o nome/marca “Philips” gravado na sua estrutura metálica.

 

O ecrã mostra-se como o maior diferenciador estético e visual dos dois leitores em teste. O ecrã do Ariaz tem dimensão suficiente para proporcionar uma visualização em grelha dos diferentes ícones – Ver Pastas, Rádio, Música, Vídeo, Definições, Texto, Imagens – em comparação com o ViBE que apenas possibilita a visualização dos diferentes ícones em lista. Em termos práticos e aliado à maior resolução de ecrã do Ariaz, a navegação entre os diferentes menus é bem mais agradável e menos cansativa que a visualização do mesmo no ViBE devido à imagem mais definida do Ariaz.

As teclas apresentam-se com 7 botões. A estrela com as direcções de navegação – Cima, Baixo, Esquerda e Direita. O botão Play/Pause/Enter no meio da mesma. Os outros dois botões encontram-se entre a estrela e o ecrã, sendo o do lado esquerdo o botão de retroceder e o do lado direito para abrir a lista de opções do ficheiro ou menu. Os botões do volume estão alojados na lateral esquerda dos leitores, ambos com boa sensação ao toque e com boa resposta. Na parte de cima dos equipamentos está o botão de ligar/desligar e com a mesma função o botão também permite o bloqueio das teclas, com excepção às teclas de volume. As diferentes funcionalidades deste botão são desbloqueadas de acordo com o tempo pressionado. Caso seja apenas um toque, o equipamento será bloqueado/desbloqueado (quando ligado). Se o utilizador pressionar durante 3 segundos os leitores ligam/desligam, conforme.

 

Qualidade de Som e Multimédia

Os leitores trazem um melhoramento de som da Philips denominado por FullSound. Nas palavras da empresa holandesa, pode-se encontrar o seguinte:

A inovadora tecnologia FullSound da Philips restaura fielmente os detalhes sonoros da música em MP3 comprimida, enriquecendo significativamente e melhorando o som, para que possa apreciar a música em CD sem quaisquer distorções. Com base num algoritmo de pós-processamento de áudio, o FullSound combina os reconhecidos conhecimentos da Philips na reprodução musical com o poder da última geração do Digital Signal Processor (DSP). Como resultado são obtidos graves mais cheios, com mais impacto e profundidade e clareza das vozes e dos instrumentos.

Depois desta propaganda, será que se nota o referido melhoramento? SIM!! É verdade, esta tecnologia melhora de facto o som que se ouve dos Phones. Com o FullSound ligado o som fica mais claro, definido e nítido. Tanto os graves como os agudos são acentuados mas com mais clareza. Foi agradável de notar o som dos graves que ficam mais definidos e fortes. O “kick” que se sente durante a audição não é distorcido, nem abafado pelo som cristalino do FullSound. As vozes ficam mais perceptíveis, tornando toda a experiência melhorada em todos os sentidos. Mesmo assim, os leitores também trazem equalizadores com alguns presets já pré-programados, como é o caso do Rock, Techno, Jazz, Clássica e Pop. Adicionalmente poderão personalizar o equalizador ao vosso estilo com a função “custom”/personalizado se estiverem com o sentido de DJ ao rubro. Eu acabei por voltar sempre ao FullSound. Existem alguns puristas do som que preferem que não haja qualquer tratamento digital do som entre o dispositivo e o som que ouvimos… por mim digo: BRING ME THE TECHNOLOGY!!

Voltando ao comparativo, os dois leitores diferenciam-se bastante entre eles. O Ariaz sai deste confronto directo com total distinção de campeão sobre o seu destemido adversário ViBE!

O som produzido pelo Ariaz é factor distintivo de qualidade de som! Os melhoramentos trazidos pelo FullSound são notados e aumentados neste leitor. Transmite um prazer de som e de maneabilidade que o ViBE não consegue. Dei a experimentar os dois leitores a mais duas pessoas e a conclusão mantêm-se, mesmo quando a pessoa não ligasse nada a música ou à qualidade do som. Sim, o Ariaz é o vencedor!

Após esta conclusão, “sem espinhas”, decidi fazer a troca do acessório que pode ditar uma experiência de som fantástica contra uma experiência com nada a gravar na memória… os Phones! Uma vez mais, este acessório veio mostrar a importância de que uns bons Phones, pode alterar toda a percepção anteriormente conquistada.

Os Phones do Ariaz destacam-se por fornecerem uma qualidade de som ímpar com os Phones do ViBE. Os Phones do Ariaz trazem isoladores de som que se acomodam sem qualquer problema ao interior do nosso ouvido, fazendo com que os sons à volta fiquem abafados. Este isolamento do som faz com que o utilizador comece falar mais alto sem dar conta, mas isso só prova a qualidade de isolamento do som. Este acessório proporciona melhores graves e agudos, comparativamente aos Phones do ViBE. Decidi fazer a transição dos Phones entre os leitores. Esta mudança causaria uma mudança de pódio, pois seria obrigado a dar a vitória ao ViBE. Neste caso, são mesmo os Phones que fazem toda a diferença entre os dois. Mesmo assim, os Phones do Ariaz conseguem obter um som mais requintado no próprio Ariaz, principalmente nos agudos. Contudo, esta diferença é quase imperceptível. Concluindo, o Ariaz é o melhor equipamento e é o que traz os melhores Phones, sendo que são os melhores Phones in-ear que já experimentei até à data!

Em termos de conforto, ambos os Phones são agradáveis de se usar e as protecções em borracha ajudam a que estes não magoem o ouvido/orelha quando os períodos de utilização são prolongados.

No campo de multimédia, visto que os leitores apresentam-se como leitores MP4, devo confessar que esta característica não os favorece em nada. É verdade que têm um ecrã, mas o respectivo ecrã é demasiado pequeno e apenas conseguem reproduzir ficheiros de vídeo com uma resolução igual à do ecrã. Assim, o Ariaz conseguirá apenas reproduzir vídeos com resolução de 320×240 pixéis e, por sua vez, o ViBE conseguirá reproduzir vídeos a uma resolução de 160×128 pixéis. Para além de terem de andar sempre com um conversor de vídeo à mão, terão também de ter em conta que os dispositivos, em análise, apenas conseguem reproduzir ficheiros de vídeo do tipo .mp4 e .wmv. A qualidade dos vídeos está longe de ser soberba e o próprio demo de vídeo que traziam evidencia que a maior qualidade que estes equipamentos proporcionam não está na função de reprodução de vídeos.

Para fechar o campo multimédia, a opção de visualização de imagens peca pela dimensão e resolução dos ecrãs em questão, com o ViBE a ficar novamente na mó de baixo. Os tipos de ficheiros de imagens suportados são o JPEG e o BMP sem qualquer limitação à resolução das mesmas. Tirando o factor do ecrã, a funcionalidade de visualização de imagens cumpre. É possível ver as fotografias e passar para as seguintes manualmente, ou ver todo o expositor fotográfico através de slides – passagem automática das imagens.

SongBird

Por forma a aumentar a experiência dos leitores da Philips, estes trazem o programa proprietário Philips Songbird, do qual o símbolo do programa parece o patinho feio do Twitter… mas isso já são outras contas…

Este programa permite uma maior integração do vosso leitor com o computador, permitindo a visualização do seu conteúdo e reprodução do mesmo:

De alertar que este programa deve vir incluído nos equipamentos aquando da venda ao público. Contudo, devido aos leitores MP4 já terem passado por outras mãos, o GoGear ViBE não trazia a opção de instalação do programa, estando esta função apenas no GoGear Ariaz. Todavia, esta opção deixou de estar no Ariaz devido à actualização de firmware que efectuei no Ariaz e, pelos vistos, apagou o programa do leitor pelo que já não aparecia a possibilidade de instalação quando o ligava ao computador:

E é de facto a mais-valia deste programa… este permite a actualização de firmware dos leitores e a opção de instalação de fábrica. Mesmo assim, a instalação de fábrica refere-se apenas ao firmware, formatando todo e qualquer conteúdo do leitor, mesmo as demos que vinham incluídas nos leitores. Caso fiquem sem este programa no vosso leitor, poderão ir ao site da Philips e fazer o download do programa e terão o Philips Songbird pronto a instalar no vosso PC.

Este programa, tirando a possibilidade de actualização de firmware dos leitores e sincronização de ficheiros, não traz nada de novo que não possa ser feito com a tradicional vista do conteúdo do disco e posterior adição de ficheiros de música para o mesmo de acordo com a nossa organização. De referir que o software Songbird poderá actuar como browser, visto trazer um browser embutido, com recurso a tabs:

Considerações Finais

A conclusão em relação à vertente multimédia destes equipamentos é que é difícil de recomendar qualquer um dos equipamentos pelas capacidades multimédia. Se estão a pensar em investir num equipamento com boas capacidades de MP3 e de multimédia, terão de optar por soluções de gamas superiores e com ecrãs mais generosos, porque estes leitores são excelentes como leitores MP3 mas, pecam na componente multimédia. Apesar de serem publicitados como leitores MP4, encaixam-se excelentemente como leitores MP3 de qualidade, mas fracos para a perspectiva da imagem.

O leitor Philips GoGear Ariaz foi o indiscutível vencedor deste comparativo mas, evidenciou que um bom leitor MP3 terá de ser acompanhado por uns Phones de elevada qualidade para se poder usufruir de toda a experiência audio que estes equipamentos podem proporcionar, como é o caso do Ariaz. Ainda no campo do audio, a adição do tratamento digital FullSound mostra-se como uma mais-valia para o consumidor devido à definição que traz à música que escolhermos.

A inclusão do software Philips Songbird é uma adição importante, devido à possibilidade de actualização de firmware dos equipamentos. Caso a vossa intenção de instalação deste software seja para possibilitar uma melhor troca dos ficheiros no leitor com o vosso PC, não necessitarão de proceder à sua instalação, devido a poderem utilizar o dispositivo como uma pen/disco amovível com toda a incumbente simplicidade de troca de ficheiros deste tipo de interface.

No que toca aos preços destes equipamentos, segundo o KuantoKusta podemos encontrar o Philips GoGear ViBE entre 48 € e 54 €. Já para o leitor Philips GoGear Ariaz o preço poderá oscilar entre os 79 € e os 83,53 €.

NOTA: De referir que durante o teste ao Ariaz, após estar mais de uma hora a tocar ininterruptamente, começou a ficar lento na transição dos menus acabando por se desligar sozinho. Mesmo ligando o cabo USB, este não dava qualquer indício de se ligar ou que o problema poderia ser falta de bateria. Para que o equipamento voltasse a funcionar, foi necessário pressionar o botão RESET, que fica ao lado da entrada mini-USB. Sinceramente, posso ter tido azar, pois ao ser um equipamento de testes deveria ter feito o RESET antes de o utilizar. Após este procedimento, o equipamento nunca mais teve indícios de ficar lento e de, posteriormente, se desligar.

Opiniões, posições e oposições –> Comments Section!!

Este artigo foi escrito por em 31 Jul, 2011, e está arquivado em Análises, Gadgets. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
7 comentários em “Análise aos Philips GoGear ViBE e Ariaz”
  1. joao costa diz:

    Sinceramente acho que o mercado de leitores mp3/mp4 está condenado. A maioria das pessoas usam smartphones para esse fim.

    A análise está muito boa mas possui muitos erros de português. Corrijam lá isso…

    • Obrigado pelo comentário.

      De facto estavam alguns erros que me passaram por completo. Já corrigi alguns, mas devido à extensão do artigo poderão haver outros que me tenham escapado.

      Se desejar apontar algum erro que ainda não foi corrigido, por favor não se acanhe que apenas irá contribuir positivamente para o artigo.

      Desde já agradeço a atenção despendida a ler o artigo, esperando que o mesmo tenha sido útil para o teu julgamento do produto.

      Adicionalmente, concordo com a tua opinião. Os preços dos smartphones baixaram muito e possibilitam outras capacidades que os leitores MP3/MP4 ficam aquém. Nomeadamente a inclusão de wi-fi para visualização de vídeos no youtube. A acrescentar ao facto que muito raramente se encontra smartphones com ecrãs mais pequenos que 2,4 polegadas… apenas me estou a lembrar do Sony Ericsson X10 mini… e mesmo assim, o SE tem muitas mais capacidades multimédia que os leitores em questão.

      No que toca à interface entre smartphones e os leitores MP4 aqui apresentados… a função touchscreen dos smartphones é torna tudo mais intuitivo quando comparado com a estrela direccional. Por esta razão e por força do hábito, acrescentei umas boas “dedadas” quando peguei no Ariaz por ter assumido que era touchscreen…

      Talvez este mercado esteja condenado mas estes leitores com leitores MP3 são muito bons quando comparados com smartphones (contra o LG Maximo One com conhecimento de causa).

      Cumps

  2. João Rodrigues diz:

    Muito boa análise ao produto, realmente ajudou e muito a conhecer outros produtos que não sejam da Maçã. Pessoalmente, vai ajudar-me na escolha do meu novo leitor MP4, uma vez que sou daqueles adeptos que prefere ter um leitor multimédia em separado do telefone. Continuação de bom trabalho.

  3. prankstare diz:

    Tenho esses 2 players, GoGear ViBE e Ariaz e posso afirmar que em termos de qualidade de som, ambos são idênticos. O que muda realmente a qualidade entre ambos é os fones que vem com eles.

    Então, se você quer qualidade de som apenas, não vale a pena pagar a mais pelo Ariaz. Compensa pagar um pouco menos no player e comprar um fone de qualidade depois.

  4. Carlos Júnior diz:

    Excelente review. Ajudou muito na decisão da minha compra, visto que existem poucas informações sobre esse Mp4. Vlw e continuem assim…

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: