« Vodafone renova loja de música online e apresenta preços muito competitivos Air Control, controle o tráfego de um atarefado aeroporto »
10/08/2011
Escrito por em Análises | 14.242 Leituras

Chega até nós, directamente da ASUS a quem desde já agradecemos a prontidão e logística oferecida, o conhecido tablet Eee Pad Transformer TF101 bem como o seu teclado portátil, ou por outras palavras, a dock de ancoragem.

Este tablet da ASUS é provavelmente um dos melhores actualmente em comercialização no nosso mercado com o sistema operativo Android, não só devido às suas características técnicas, mas também devido ao facto de facilmente se converter num Netbook.  A procura por este tablet originou que a Asus tenha enviado para o mercado cerca de 300.000 unidades em Junho e 400.000 em Julho, tendo ainda melhores perspectivas de venda para o terceiro quadrimestre do ano. Surpresas? Algumas, mas sem olhar para trás e sabendo que tínhamos um modelo de aparente excelência nas mãos, partimos para a nossa análise, sempre na perspectiva do utilizador comum.

Bem,  vamos ao que interessa, ou seja, a análise ao Eee Pad Transformer TF101 + Dock. Além da dock (teclado) existem dois modelos em comercialização no nosso mercado, ambos os modelos apenas divergem entre si na capacidade de armazenamento, 16GB & 32GB, sendo que as restantes características são as mesmas. O modelo que recebemos por parte da ASUS é o de 16GB e a respectiva dock-teclado (Características completas no final).

Conteúdo nas embalagens

O Eee Pad Transformer TF101 16GB e a Dock que recebemos vieram em embalagens distintas, sendo que, além dos manuais, apenas o tablet traz consigo um cabo USB e o respectivo adaptador para carregar ambos os equipamentos.

Design & Aspecto Geral

No meu ponto de vista, a ASUS primou na concepção em termos de design e qualidade de construção deste tablet, em termos de espessura temos 12.98 mm, altura 171 mm e largura 271 mm, tendo um ecrã de 10.1”.

Em termos gerais é um tablet que oferece alguma robustez, o seu backcover é composto por um tipo de plástico rugoso, o que é claramente uma vantagem, pois não acumula qualquer tipo de dedadas ao contrário do ecrã, e não é fácil obter pequenos riscos, como acontece com plásticos completamente lisos, tornando-se assim bastante antiderrapante. Já o ecrã ao fim de pouca utilização nota-se claramente o acumular de dedadas, contudo apesar de ser um ponto negativo, é algo que é normal neste equipamentos, ou não fossem eles touchscreen. Nada que um pano apropriado resolva no final de uma utilização.

Na lateral direita do equipamento encontra-se o botão ON/OFF bem como o controlador de som. Na lateral oposta temos uma entrada para cartões microSD, HDMI e um 2 em 1 para auriculares e microfone, pontos a favor quando comparados com o iPad ou com o Samsumg Galaxy Tab também já AQUI analisado. O equipamento é composto por duas câmaras, uma na parte frontal de 1.2MP e uma na parte traseira de 5MP, por fim na lateral inferior encontramos o conector e as entradas de suporte para a Dock (teclado).

Ecrã – Qualidade de imagem – Touch

Tal como referido, este equipamento traz consigo um ecrã touch de 10.1 polegadas LED Backlight WXGA, tendo como resolução 1280x800, e um ângulo de visualização amplo de 178°, o qual tivemos a oportunidade de comprovar.

A qualidade de imagem é um ponto a favor deste equipamento, oferecendo uma qualidade de excelência, com cores bastante vivas. O touch funciona em perfeitas condições com fluidez nunca tendo vacilado.

Em ambientes externos, na rua com as claridades e a incidência do sol, consegue-se ter uma percepção e visibilidade sob o ecrã, o maior contra neste campo são as dedadas, pois ao acumular impressões digitais a visualização deteriora-se. Se em ambientes internos as dedadas são menos visíveis devido às cores vivas que nos proporciona, em ambientes externos a claridade do sol faz com que essas dedadas sejam realçadas e nos dificultem a visualização.

Audio -- Qualidade de Som

Afinal de contas é um tablet, não se pode pedir muito em termos de qualidade sonora, mas ficámos contentes com o que nos ofereceu nesta vertente. Testámos com e sem auriculares. Sem auriculares oferece-nos um som com qualidade e audível desde que não exista ruído em redor. Com os auriculares a qualidade aumenta consideravelmente, sendo que também depende dos auriculares que utilizar. Neste teste utilizei os que vem junto do Samsung Galaxy S2.

Eee Pad Transformer incorpora Colunas Estéreo e tecnologia SRS Sound, para uma melhor experiência de áudio dinâmica 3D.

Câmaras

O Transformer oferece duas câmaras incorporadas, uma frontal, claramente com o objectivo de videoconferências, tendo uma qualidade de 1.2MP e uma traseira de 5MP sem Flash incorporado.

Um dos pontos negativos nesta vertente é a não incorporação de Flash na câmara traseira, pois caso queira obter fotografias em ambientes com pouca luminosidade vai pecar imenso na qualidade final obtida.

Em género de comparação, apresentamos-lhe duas imagens do mesmo plano, a do lado esquerdo obtida com o tablet, a do lado direito obtida com o Samsung Galaxy S2, é claro que não é uma comparação equilibrada, visto o GS2 ter 8MP contra os 5MP do ASUS, mas a imagem foi tirada em ambos com as definições automáticas e no caso do smartphone com o Flash desactivado.

___________  

É certo que não se trata de uma comparação equilibrada, mas mesmo assim podemos obter algumas conclusões. A imagem da esquerda foi tirada com o tablet, a da direita com o Samsung Galaxy S2.

Keyboard Dock

Este é sem dúvida um dos pontos primordiais deste equipamento, o que o faz distinguir-se dos demais tablets, é a possibilidade de converter um tablet num portátil com teclado e touchpad, além de portas opcionais não disponíveis no tablet, e autonomia extra. Uma mais-valia que marca a diferença.

Necessita de redigir um texto, navegar de forma mais confortável na internet, enviar emails, apesar de tudo isso ser possível através do tablet, com este teclado tudo será ainda mais rápido além de confortável.

Esta dock oferece duas portas USB, uma entrada para cartões MMC/SD/SDHC, relembro que o tablet em si apenas oferece entrada para microSD, um touchpad, e o conector para carregar a bateria que está incorporada nesta dock, ou para sincronização de dados com o seu computador.

Inserir ou retirar o tablet desta dock é simples, para inserir basta colocar na posição exacta e exercer um pouco de pressão, para retirar basta destrancar no botão e puxar.

Armazenamento

Actualmente estão a comercialização duas versões deste tablet, além da Dock-Teclado. Ambas as versões apenas se distinguem pelo armazenamento que oferecem, 16GB & 32GB, podendo este ser pouco para o utilizador.

A ASUS incorporou no tablet uma entrada microSD e na dock duas entradas USB e uma MMC/SD/SDHC de forma a poder aumentar o espaço através de cartões de memória ou pen’s USB.

Além disso a ASUS dispõe ainda do serviço ASUS WebStorage com espaço ilimitado, contudo é um serviço pago após o primeiro ano de utilização.

Desempenho

Eee Pad Transformer traz consigo um processador NVIDIA® Tegra™ 2 1.0GHz dual-core, que promete um excelente desempenho.

Começámos por verificar qual é a performance deste equipamento em Jogos desenvolvidos especialmente para este processador Tegra, e um dos que trazemos até vós numa demonstração através de vídeo é o Riptide GP. O tempo que jogámos sempre demonstrou fluidez como podem comprovar, tendo um grafismo de impressionar para este tipo de equipamentos.

No vídeo aparece ainda o jogo Air Attack HD.

Em termos de reprodução de vídeo, inserimos ficheiros em formato MKV e MP4, 720p/1080p e é de referir que o equipamento não conseguiu reproduzir os ficheiros em condições de visualização. O leitor que traz consigo não abriu os ficheiros, e através do MoboPlayer e MX Video Player com os codecs a visualização foi com algumas pausas. Tendo em conta as características técnicas do equipamento acreditamos que tem capacidades para reprodução com fluidez. É de referir que reproduzimos o mesmo vídeo num Samsung Galaxy S2 (processador Dual-core XMM6260, 1200 MHz) e com o leitor que vem incorporado reproduziu sem qualquer problema, mas não podemos esquecer que estamos a falar de «campeonatos» totalmente diferentes.

Software incorporado

Como sistema operativo este equipamento vem com a versão 3.0 do Android Honeycomb, o qual é actualizável para a versão 3.2, e oferece suporte ao Adobe Flash 10.2.

Em termos de aplicações consegue encontrar bastantes através do Android Market, mas já traz consigo algumas interessantes, como o caso do PressReader através do qual pode adquirir e efectuar a leitura de jornais, incluindo portugueses, Polaris Office para criação e visualização de documentos de texto, folhas de cálculo ou apresentações, bem como a Nvidia Tegra Zone, local onde pode adquirir jogos especialmente desenvolvidos para este processador da Nvidia.

Duração de Bateria

Se ambas as baterias estiverem completamente carregadas, a ASUS indica-nos que o tablet pode durar ligado até 9.5 horas, aumentando para as 16 horas quando ligado à dock  (teclado).

A dock, basicamente, permite que utilizemos o equipamento num dia de trabalho completo sem carrega-lo o que parece ser bastante optimista caso se saque bastante proveito do processador (teclado e rato) e se consumam quantidades de energia amplas na utilização contínua de aplicações. De todas as formas, no nosso tempo de testes apenas se carregou uma única vez a bateria.

Preço / Verídico

No nosso mercado existe em comercialização três versões: duas em que só encontra o tablet nas capacidades 16GB & 32GB e uma outra em que encontra o tablet de 16GB mais a dock. Os preços em si variam entre os 379€uros e os 499€uros dependendo do local onde comprar.

É um preço elevado? Tendo em conta a possibilidade de converter o equipamento de tablet em portátil até que o seu preço se pode justificar. As suas dimensões são bastante aceitáveis em comparação com alguns netbooks que existem no mercado, sendo que com a dock é mais fino ainda que um Toshiba NB200, como se pode ver nesta foto:

O sistema operativo está bem concebido para estes equipamentos, e aplicações não faltam para as suas necessidades. Se procura um netbook e um tablet tem aqui a solução ideal num 2 em 1. Recomendado!

Este artigo foi escrito por em 10 Ago, 2011, e está arquivado em Análises, Destaques, Dicas, Gadgets, Hardware, Outros. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
22 comentários em “Análise ao Eee Pad Transformer TF101 da Asus”
  1. Depois de ler este excelente artigo só posso chegar a uma conclusão este Asus é brutal e ainda para mais um 2 em 1, ou sejam podemos ter um tablet e ao mesmo tempo um portátil. Parabéns Kerodicas pelo artigo que mais esclarecedor não podia ser.

  2. Marco Aurélio diz:

    Qual iPad qual quê, pela análise feita o Asus supera tudo, até o galaxy tab que aqui testaram: cartões de memória, teclado, rato. Os meus sinceros parabéns.

  3. Daniel Costa diz:

    Realmente para ser um bom gadget, com o ponto negativo a meu ver dos dedos marcados no ecrã.

    Mas fora isso, o Asus porta-se muito bem, até a nível gráfico. Dá vontade de comprar um como substituto deste pedaço de lixo velho da Acer que aqui tenho.

    Bom trabalho!

  4. Quando vi o artigo fiquei supreso e decidi escrever aqui pois tinha visto o artigo da apresentação deste espectacular tablet no Pplware e acabei por ver esta completa análise aqui.

    O pessoal do kerodicas anda a surpreender. Parabéns, subiram bastante na minha consideração.

  5. Sara Martins diz:

    Muito bom artigo! Bastante esclarecedor para quem anda à procura do melhor equipamento para comprar. Também fiquei surpresa pelo desempenho e características deste tablet da Asus. Bom trabalho!!

  6. Domingos Pimenta diz:

    Este artigo, não poderia ser melhor…
    Contudo, tenho uma dúvida: porque não ter também ‘3G’?
    Domingos

  7. Rucanorte diz:

    Mais uma vez 3 pontos para o Kerodcas sobre este Asus. Vale a pena ler tudo de cima a baixo.

  8. Renato tens de pedir um aumento ao dono do kerodicas…lol agora falando a sério, o teu artigo está muito bom, muito correcto, analisaste todos os pontos principais e de maior relevância, estou certo que este artigo esclareceu muita gente.
    Continua o bom trabalho

  9. Excelente análise!

    Contudo, acho este tablet muito feio visualmente! Apesar de ter um excelente preço face ao Samsung Tab 10.1, para mim ficava fora de hipótese caso eu fosse comprar um tablet de 10”.

    Já tive a oportunidade de mexer e testar um equipamento igual a este e é muito porreiro em termos de qualidade, desempenho e fluidez.

    Pessoalmente acho que peca unicamente por ser feio e grosso,

  10. Joel V. Sim é verdade não se pode dizer que é um equipamento “bonito” mas ainda assim convém lembrar que esta é a junção de dois equipamentos um pouco distintos, este “conceito” pode não ser perfeito em termos estéticos, mas acredito que se vingar no mercado alguns dos problemas desaparecerão num futuro próximo.

    Mais uma vez parabéns pela análise. :roll:

  11. Bom tablet, talvez o melhor da categoria.

  12. Análise 5* ao nível do kerodicas. Sempre fui fã da ASUS e este tablet supera tudo! Concordo com os outros comentários: de ler o artigo dá vontade de o comprar.

  13. Isto é bom para jogos tais como Football Manager???

  14. Roberto designer diz:

    Voces tão perdendo tempo
    comprei um e-pad no shop 25 de março
    paguei 800,00 em 2 de 400,00
    tem windows 7 com 2gb de memoria dual core
    roda tuuuudooooo e a tela é super sensivel
    instalei todos programas ,tá me quebrando um galhão

  15. Por favor, alguém pode me dizer como se instala o windows7 nele?

  16. Olá, poderia me dizer onde comprou o teclado com ‘ç’? Qual o preço?

    Estou comprando um transformer com um teclado US, se achasse um abnt seria legal!
    Obrigado

    • Osias, o teclado apresentado é da própria Asus e vende-se num pacote que inclui o teclado e o tablet!

      • Obrigado pela resposta Mario, mas não encontro em nenhuma loja de varejo, nem o teclado + tablet, nem o teclado sozinho!
        Pelo menos nas grandes lojas, só tem o Tablet sozinho a venda, e nas pequenas só tem a versão US (PY) do teclado

  17. Renato Dantas diz:

    Olá, já faz um mês que comprei o tablet com alguns pontos em vista, faço direito e como ando de ônibus tudo o que mais queria era não carregar os pesos dos livros, ok perfeito, alguns leitores pagos que são ótimos, além de programas que posso fotografar 10, 15 páginas dos livros que tenho em casa em que transforma em pdf e assim posso ler em um ônibus, sem ter que carregar o livro inteiro. Neste ponto, perfeito, não tenho do que reclamar, email, ótimo, browser, atente. Não uso jogos, baixei apenas um de sinuca, ok, nada demais, como faço a faculdade o problema de um tablet era justamente não ter o teclado em sala de aula, quando encontrei este não tive dúvidas, mas nem tudo são flores. Os programas apenas minimizam, tem que baixar ou comprar um programa a parte para simplesmente fechar programas, achei meio absurdo isso. Editor de texto, testei vários e o melhor que encontrei entre as opções foi o QuickOffice pro 5, bom… tem opções de bold, italico, parágrafo com acesso relativamente fácil, mas a impressão que tive é que esses programas foram “acoxambrados” para os tablets, principalmente para o trabsform, não tem atalhos de teclados, suponho que porque foi feito para celular, pois bem já faz um certo tempo que o transform saiu, já deu folga pra atualizar isso né, até agora nada, mas isso ainda não é o pior, não tem autosave e aqui vai o desespero por 3 vezes, até agora, o programa fecha o arquivo sozinho e não deixa mais abrir, e pela lei de murphy faz isso no último parágrafo da aula. Ai meu “ovo” perdão às meninas, apenas um desabafo, não tem corretor ortográfico, nem atalhos (esse já citei), não reconhece os estilos que crio no word, apesar de não deletá-los como fazia o Polaris, enfim tenho que ficar formatando na mão durante a aula, cruel. Sinceramente, achei muito bonito bacana, gostei dos leitores de livros e de tirar fotos apenas do que vou ler e transformar em pdf para a viagem, lógico, deletando depois afinal não tem muita memória (aceitável), AGORA travar os arquivos doc, é uma sacanagem, vou esperar uns dois meses se não atualizar o sistema para android 4 e resolver esse problema ou o Quickoffice resolver isso, Sorry, mas vou correr para o windows, olha que não sou chegado, em windows, sou usuário de machintosh, Ahhhhhhhhhhhhh já ia esquecendo, ele não monta rede de forma nativa pelo WIFI, ou seja se quiser sincronizar tenho que plugar USB, que quando está no computador para dados, não carrega, só na tomada. Fala, pode falar, eu fiquei bravo com isso de um jeito… Olha, não daqueles macmaníacos que acham que a Apple é o céu e o resto é o inferno, tanto que comprei um transform em vez de um iPad, até pra apple aprender a parar de vacilar e colocar a opção de teclado, mas essa parte de sistema na apple, é totalmente intuitiva, não se tem que ficar procurando IP, baixando programas, vc quer fazer uma coisa e simplesmente faz. CONCLUSÃO o transform é muiiiito bom, teria comprado novamente por causa da opção de teclado destacável (isso foi genial) um tiro na Apple, mas esses deslizes GRAVES do sistema operacional android 3 são imperdoáveis, vou esperar um pouco para ver se eles vão atualizar o meu aparelho GRATUITAMENTE afinal comprei praticamente 1 mês depois do lançamento da versão 4, se não, sorry baby, muito bonitinho, muito bacaninha, tem a tela que muda com o tempo e tudo, mas quero um editor de texto bom, com atalhos, que não trave meus arquivos, não elimine a formatação que faço no word e tenha corretor ortográfico, afinal o valor daria para ter comprado um notebook (claro, pesado). Fica a dica para o pessoal poder pesar a decisão, quando pesquisei não tinha nada disso. Ahhh a bateria realmente é muito boa podem pesar isso na escolha.

  18. Boas. Em primeiro parabéns pelo excelente trabalho!
    Agora, e peço desculpa pela minha ignorância no assunto, este equipamento consegue ler formatos: .ppt; .doc; .xls? E a agenda, funciona tipo outlook, já agora dá para descarregar o e-mail no outlook.
    Obrigado pela ajuda que me possam dar.

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: