« Já não precisa de hardware especial para o MODO XP no Windows 7 AppRemover, remoção eficaz de programas de segurança »
20/03/2010
Escrito por em Dicas | 3.979 Leituras

A nova versão do Ubuntu, a 10.04, “nome de código” Lucid Lynx,  está já sob intenso desenvolvimento, tendo em vista o lançamento final a 29 de Abril de 2010. Desta vez, apresenta-se, como previsto, uma versão beta, para que possamos começar a antever uma das mais famosas versões do Linux.

Esta versão será um LTS (Long Term Support), ou seja, versão que terá suporte oficial durante 3 anos na versão Desktop e durante 5 anos na versão Server. Por isso o maior objectivo para esta versão é a estabilidade e a correcção de eventuais bugs e problemas decorrentes das inovações introduzidas em releases anteriores.

Cronograma:

* 10 de Dezembro – Alpha 1
* 14 de Janeiro – Alpha 2
* 25 de Fevereiro – Alpha 3
* Março – Beta 1
* 8 de Abril – Beta 2
* 22 de Abril – Versão RC
* 29 de Abril – Versão Final do Ubuntu 10.04 LTS

Algumas das principais novidades:

* Novo visual (temas, logo, ícones), conforme noticiamos aqui
* “Social from the Start”, projecto que permite aceder a rede sociais a partir do desktop
* Gnome 2.30
* Linux Kernel 2.6.32
* KDE SC 4.4 RC 1 – Kubuntu
* HAL removido, o que permite um boot mais rápido
* Actualização do pacote likewise-open
* Actualização do driver da Nvidia para 190.53 e introdução do novo driver open-source para placas gráficas Nvidia

IMPORTANTE: É uma versão Beta e não Final, pelo que apenas é recomendado a instalação desta versão para testes, e não o intuito de servir de sistema operativo principal.

Download: Ubuntu 10.04 (Lucid Lynx) Beta 1

Este artigo foi escrito por em 20 Mar, 2010, e está arquivado em Dicas, Downloads, GNU/Linux, Linux, Sistemas Operativos, Software. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
16 comentários em “Ubuntu 10.04 (Lucid Lynx) Beta 1, já falta pouco para a versão final”
  1. André Vieira diz:

    Espero que resolva vários bugs contidos na versão 9.10, particularmente quanto ao serviço cups

  2. Isabel Mendes diz:

    Quando sair a versão final será um sério candidato na substituição de alguns Windows!

    Promete.

    • Lycanthrope diz:

      alguns… principalmente os “menos oficiais” lol.

      Cumps

      • Porque se a cada dia fica muito mais fácil de se piratear o Windows, principalmente no Seven. Só usa Ubuntu as pessoas inteligentes que não tem a intenção de agradar ou que não desejam seguir as tendencias impostas pelas sociedades burras, tendenciosas e capitalistas, que se apegam as marcas e não ao produto em si com o seu potencial.
        Pois o Ubuntu atende muito bem a grande maioria absoluta que usa Windows para internet, MSN, Orkut, Facebook,Twitter, YouTube, editar fotos, gravar CDs e DVDs, editar textos e planilhas e para jogos mais simples alem de muitas outras coisas

        • Lycanthrope diz:

          Acho que te estás a precipitar ao catalogar assim as pessoas que usam o windows. Apesar de eu o usar, não estou a comentar para defender a minha camisola… nada disso. Aliás, eu gosto de de vez em quando dar umas passeadas pelo Ubuntu :).

          Mas volto a referir que o linux/ubuntu ainda não está na categoria do Windows. Apesar de poder ser mais poderoso que o windows, é comparativamente menos “user-friendly”. Refiro-me nomeadamente à instalação e desinstalação de programas. Também há o problema de compatibilidade entre offices e como tal é dificil ganhar muito espaço no ambiente empresarial, não é?

          Enquanto o linux não der para ser totalmente controlado graficamente sem o recurso à consola (principalmente da instalação e desinstalação de progs) não pode estar na mesma categoria que o Windows, certo?

          Por um lado, quem usa o Ubuntu tem que ser “mais inteligente” que o utilizador comum do windows… não que o do windows seja burro… mas o utilizador do ubuntu tem de ser inteligente no sentido de saber o que está a fazer com o computador e ter conhecimento minimo de programação na consola… apesar de ser esta a que dá o maior poder ao Ubuntu face ao linux… não é muito user-friendly.

          Isto é só a minha opinião, claro. Mas não creio que o problema esteja só nas: “sociedades burras, tendenciosas e capitalistas, que se apegam as marcas e não ao produto em si com o seu potencial”…

          Cumps

          • Desculpa mas tenho de discordar quando dizes que instalar programas no ubuntu é complicado!

            Queres instalar um programa no windows o que fazes? Pesquisas na net, fazes o download, muitos utilizadores ainda têm de andar à procura do ficheiro pelo computador, depois há o tipico next next next (que muitas vezes instala porcarias que não servem para nada) e já está! Parece simples…

            E no ubuntu? Vais ao synaptic e na caixa de pesquisa escreves o que queres, carregas no programa e seleccionas a opção instalar! Parece-me mais simples…

          • Isso de instalar programas ser mais complicado, deixa-me corrigir, está errado. Dá uma olhadela à versão do “Centro de Software Ubuntu” que virá com o Ubuntu 10.04 Lucid Lynx, e depois diz qualquer coisa. Mais fácil é impossível ;-)

          • Lycanthrope me desculpe se eu não soube me explicar, mas não chamei os usuários do Windows de burros eu quis dizer que as pessoas
            não usam Ubuntu ou outros sistemas, pois sem conhecer criticam e se deixam levar pela maioria ( “sociedade burra”, pois toda unanimidade é burra, afirmação de Nelson Rodrigues ) e foi isso que eu quis dizer. E quanto a instalar e desinstalar programas, com o Ubuntu software center esta cada vez mais fácil instalar programas no Ubuntu.
            E olha que eu uso também o Windows mas nem por isso deixo de conhecer outros sistemas e ver que podemos usar sem problema.

  3. Lycanthrope diz:

    Sim sim e sim. Têm razão… mas não toda. Eu confesso que acho fantástico o centro de software Ubuntu… mas não estão aí todas as aplicações, certo? Eu refiro-me à liberdade de procurar um programa na net e instala-lo… sem ter de saber como adicionar os repositórios e ou compilar (ficando sempre aliviado quando existe uma versão deb)… nesse aspecto a liberdade do windows é muito mais user-friendly, concordam?
    Quanto a não saber onde se fez o download não é bem assim, porque por omissão o IE (em outros browsers talvez seja preciso configurar – mesmo assim é com uns “vistos”) pergunta onde queremos guardar o ficheiro que se vai fazer o download.
    O next next next… é simples, não digam que não. Admito que o centro de software ubuntu é menos chato. Quanto a instalar porcarias que não servem para nada, isso já é prob do utilizador que não tirou o “visto”.

    Na minha opinião, se o linux/ubuntu conseguisse por todas as instalações simples como o windows… aí acho que mudaria muito em termos de como o utilizador vê o ubuntu. Acham que não?

    Cumps

    • Nisso tens razão. Felizmente, e actualmente, a grande maioria dos programas está disponível em .deb, mesmo que esses deb’s estejam um pouco ocultados e não tão acessíveis. Infelizmente!
      Eu, que testo todo e qualquer software para Ubuntu, não me lembro da última vez que deixei de experimentar um programa só por não disponibilizar um pacote DEB, e ter que compilar. Sempre encontrei :)
      Só 2 casos é que me levam a compilar:
      software extremamente recente com grandes inovações tecnológicas, e isso não é assim tão frequente.
      Ou então compilo programas para ter acesso às versões mais recentes, bleeding-edge, com novas funcionalidades que nem sequer os developers testaram.
      Mas isso sou eu que sou estranho :-D!
      Segundo li, existem planos para se facilitar a adição de repositórios (fontes de software, onde podes adicionar ao Ubuntu aplicações não incluídas nos repositórios oficiais) a partir do Software Center, nas próximas versões.
      Deixa o Software Center evoluir mais um pouco e aí sim existirá uma rápida, abrangente e completa interface para a toda a gestão de pacotes/programas. Waiting :D

      • Lycanthrope diz:

        Pois, lá está… Mas pelo andar da carruagem, com a adição do software center e os “.deb” o linux/ubuntu está a dar bons passos e acredito mesmo que com umas versões à frente as instalações já serão todas gráficas e bastante fáceis. Quando esse processo estiver concluído aí o windows e Mac vão ter que se por a pau porque a linha de aprendizagem do linux vai cair drasticamente.

        Ficaremos a aguardar pelas versões do ubuntu que hão de vir :)… Waiting … :)

        Cumps

        • Boas meus jovens.

          So tenho uma situação a acrescentar, aos “ignorantes”.
          quando quiserem pagar perto de 400€ talvez mais, para terem um sistema operativo (windows XXX) e quiserem andar as cabeçadas para saberem para onde foi o programa instalado, o que faço com o meu crack que fui buscar cheios de Worms… e ter dead blue screens, constantes falem comigo, pois forneço-vos para sempre windows pirateado… até de Borla.

          Agora a sério deixem-se de orgulhos e venerem quem trabalha em prol de uma comunidade de software gratuito, e agradeçam-lhes e muito, pois muitas das aplicações que existem para windows são “roubadas” aos criadores de software open source.

          Agora se as pessoas não querem ter uma verdadeira vontade de aprender a utilizar um Linux, não aprendam, mas lembrem-se de certeza que ninguém nasceu ensinado a apreender a mexer em Windows, tiveram que apreender de alguma forma.

          Então eu digo o seguinte, tirem um pouco de tempo para aprenderem algo de útil, a desenvolver um pouco a inteligência e deixem-se de dar dinheiro a quem não precisa…. EXPL Microsoft.

          Voltando ao tema, das instalações, vamos começar pelo seguinte.

          1- tempo de instalação.
          Quem é que perde tempo a ler os contractos de licença?
          2- publicidade a mais.
          Quantos se esquecem de retirar vistos das aplicaçoes que veem de demos/publicidade que nao presta para nada mas tem que instalar para utilizar o programa.

          3- localização
          Ai ai, onde estão os meus ficheiros de instalação????
          Preciso de fazer um backup, pois tenho que formatar o windows por causa dos meus ficheiros temporários ou crack cheios de virus, onde e que eles estão??
          Pois toca a instalar novamente o programinha certo??

          Então perguntem-se realmente qual é que é o mais pratico e menos confuso de instalar…

          Falem em programas para compilar???
          Falta de pacotes debian???

          Falem do trabalho que alguns dos programas do windows dão quando tentam instalar por causa de incompatibilidades, e de falta de cracks, e não se façam de santinhos, pois sei que quem usa windows usa pirataria.

          Pois bem já chega de mundo perfeito, o Vencedor deste aparte é o Windows meus amigos.

          Agora não me venham com complicações para se instalar programas no Linux… por favor.

  4. Para mim o linux é mais fácil que o Windows , mas quando se quer muito torna-se difícil


  5. Gilson:

    rui me desculpe se eu não soube me explicar, mas não chamei os usuários do Windows de burros eu quis dizer que as pessoas
    não usam Ubuntu ou outros sistemas, pois sem conhecer criticam e se deixam levar pela maioria ( “sociedade burra”, pois toda unanimidade é burra, afirmação de Nelson Rodrigues ) e foi isso que eu quis dizer. E quanto a instalar e desinstalar programas, com o Ubuntu software center esta cada vez mais fácil instalar programas no Ubuntu.
    E olha que eu uso também o Windows mas nem por isso deixo de conhecer outros sistemas e ver que podemos usar sem problema.

  6. Lycanthrope diz:

    Gilson, eu só comentei com base no que escreveste, tentei ser o mais imparcial possível :). Mas tens toda a razão em dizer que não é por utilizarmos um SO predefinido que não vamos experimentar outros… eu também vou experimentando sempre que posso… Virtualização rulezzzzz :)

    Cumps

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: