« Iomega apresenta um disco externo SSD com USB 3.0 Proteja-se contra acessos não autorizados ao seu PC »

Desde 2009 está em vigor oficialmente em Portugal e no Brasil o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (AO), sendo esperada a sua rápida adoção por parte de outros países da CPLP. Uma das questões potencialmente levantadas pelo AO tem que ver com a dificuldade e o tempo que acarreta a transição, por parte de instituições e do público em geral, para a nova ortografia. O Lince é uma ferramenta de apoio à aplicação do AO que tem como objetivo fazer face a estas necessidades, permitindo uma rápida adaptação às novas regras ao facilitar a atualização ortográfica de grandes volumes de texto de modo simples.

O Lince converte o texto de ficheiros nos formatos mais comuns para a nova ortografia, gravando o resultado num novo ficheiro com o nome do original, que é mantido, acrescido da indicação de se tratar do ficheiro ‘convertido’.

O Lince não é um editor de texto nem um verificador ou corretor ortográfico, e apenas converte texto escrito corretamente segundo os instumentos ortográficos anteriormente em vigor, nomeadamente o Formulário Ortográfico de 1943, seguido no Brasil, e o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1945, vigente nos restantes países da CPLP, segundo as suas revisões de 1971 e 1973, respetivamente.

Tendo sido pensado tanto para o público em geral como para utilizadores com necessidades específicas, como empresas e profissionais que lidam com a língua portuguesa, o Lince oferece uma interface de utilização muito simples e também algumas opções de configuração.

Os formatos suportados são:

* DOC e DOCX – documentos Microsoft Word

* HTML – páginas web

* ODT – documentos do OpenOffice.org

* PDF – formato de documento portátil*No caso específico do formato PDF, os ficheiros terão que ter sido criados a partir de um ficheiro de texto (e não, por exemplo, a partir de uma digitalização) e o resultado da conversão será um ficheiro de formato HTML em que parte da formatação é perdida. Estas limitações são impostas pelas especificidades do formato PDF.

* RTF – formato de texto rico

* TXT – documentos de texto

* XML – linguagem de marcação

* qualquer documento de texto simples sem anotação

Principais características:

O Lince é uma aplicação que converte o texto de ficheiros dos formatos listados acima para a grafia do novo acordo. A aplicação cria uma cópia com nome diferente e já com o texto convertido em que, com exceção dos ficheiros PDF (cf. nota acima), todo o conteúdo e formatação dos textos são mantidos.

O Lince foi pensado de modo a fazer dele uma ferramenta universal, rápida, simples e robusta. Sendo uma ferramenta construída com financiamento público, é, antes de tudo, gratuita e livremente distribuível, como todos os recursos disponíveis no Portal, e é suportado por todos os sistemas operativos mais usados.

Embora a performance dependa necessariamente das capacidades do computador em que é utilizado, o Lince permite converter na generalidade dos sistemas, mesmo os menos poderosos, qualquer número de ficheiros de qualquer dimensão em simultâneo.

Os critérios de interpretação do Acordo Ortográfico são os seguidos para o Vocabulário Ortográfico do Português (VOP), seu vocabulário de base, cujo milhão e meio de formas flexionadas serviu de universo para a base de dados do Lince. Esta base de dados inclui não apenas formas explícitas, mas também elementos de formação que podem ser usados para construir novas palavras; isto permitiu economia e eliminação de redundâncias no tratamento, por exemplo, de palavras prefixadas, compostas e de formas verbais empregadas com pronome.

A aplicação inclui o texto do novo Acordo Ortográfico, bem como uma apresentação das principais mudanças, os critérios de interpretação seguidos e uma secção de ajuda.

Opções e definições:

O Lince foi desenvolvido de modo a servir igualmente o interesse do público em geral e de utilizadores especializados. Por isso, integra uma área de opções avançadas que possibilita configurar algumas preferências.

Estas opções permitem ao utilizador escolher, por exemplo, a sua variante preferida em casos de opcionalidade gerados pelo AO nas alterações que provoca no Acordo Ortográfico de 1945. Para facilitar estas definições, as formas que apresentam opcionalidade são agrupadas em lemas, que por sua vez são agrupados com palavras com afinidades morfológicas que partilham o facto de passarem a apresentar variação. Assim, por exemplo, o utilizador pode optar entre punct ou punt, afetando deste modo todas as formas que contenham aquela sequência e apresentem variação, como acupun(c)tura, acupun(c)turar e eletropun(c)tura, entre outras. No entanto, dado que há falantes que não têm sempre a mesma preferência para palavras próximas, é possível escolher isoladamente a variante preferida para cada palavra. Isto permite também que os valores de origem, determinados pela equipa do Lince a partir de fontes de referência, possam dar origem a um grupo não homogéneo de palavras, como no caso de aspec / aspect, dado que, embora seja mais frequente a preferência dos falantes recair em aspeto (por oposição a aspecto), no caso de aspectual (por oposição a aspetual) é mais comum o c ser pronunciado.

Além disto, o Lince permite marcar excertos de texto que se queiram excluir da conversão através de marcadores que podem ser colocados no início e no fim da sequência que deseja não converter. Estes marcadores podem eles próprios ser definidos pelo utilizador, de modo a evitar interferências com outras marcações que possam já existir no documento e de modo a tirar partido de marcação prévia já existente no ficheiro.

As definições do utilizador podem ser exportadas de modo a gravar perfis de utilização específicos, permitindo, por exemplo, voltar rapidamente às definições de origem da aplicação sem no entanto perder a personalização feita. As definições gravadas podem facilmente ser carregadas novamente na aplicação, restaurando o estado anterior da personalização feita.

Lince permite ainda definir o local em que são guardados os ficheiros com o texto convertido, facilitando a organização de versões sempre que se procura converter sistematicamente um grande número de textos.

O texto deste artigo foi na sua íntegra retirado do site oficial do programa, na sua descrição completa que poderão encontrar AQUI.

Compatibilidade: Windows, MacOS e Linux
Licença: Freeware
Homepage: Portal da Língua Portuguesa
Download: Lince Windows, MacOS e Linux

Este artigo foi escrito por em 17 Out, 2010, e está arquivado em Dicas, Downloads, Programas, Software. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
1 comentário em “Tenha o suporte necessario para aplicar o novo acordo ortográfico da Língua Portuguesa”
  1. Muito Bom este programa…

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: