« CyanogenMod pode levar Android 4 à maioria dos terminais dentro de 2 meses Dar uma vista de olhos…a esse software! »
18/11/2011
Escrito por em Destaques | 4.947 Leituras

O conhecido universo dos comics DC Universe está disponível gratuitamente com o jogo DC Universe Online. O jogo lançado para a Playstation 3 e PCs foi um dos jogos que viu a sua oferta paga, ser revista de forma a incluir a versão grátis. A versão grátis permite a obtenção de toda a experiência de super-heróis imaginária. Quer construir o seu herói ou vilão? Dê liberdade à sua fantasia e experimente este MMORPG totalmente grátis. Conheça os detalhes aqui.

Com a criação de um mundo tão vasto para um MMORPG, a imensidão de heróis da DC Universe rapidamente seria ocupada pelos utilizadores ao utilizarem cada herói da série. Assim, para evitar o loop, a DC Comics decidiu que se teria de criar um universo onde os utilizadores teriam de criar os seus super-heróis ou vilões. Como um dos factores mais viciantes dos comics é a sua história, foi necessário inventar uma contextualização para a propagação infinita de heróis. Qual a história? Observe o seguinte video de intro desta aventura:

O jogo está disponível para a Playstation 3 e PC’s, mas a a aventura não é partilhada pelos dois sistemas, fazendo com que os heróis não partilhem o mesmo espaço nas duas plataformas.

Existe agora um trio de opções de jogo: Free, Premium e Legendary.  A versão Free permite ir até ao nível 30 com a personagem, ter apenas 2 personagens criadas e ter até um máximo de 1500 créditos para a compra de itens. Existem mais limitações mas estas são as mais sentidas. O comparativo feito pelos criadores pode ser visualizado aqui:

Os mundos criados são vastos, mas as cidades de Gotham City e Metropolis, são apenas a atracção principal. A Fortress of Solitude e a WatchTower marcam também a sua presença.

Tenham atenção à escolha dos servidores, Europeus ou Americanos -- escolhe feita nas “Options” antes da entrada no jogo, pois as personagens criadas num servidor, não poderão ser jogadas em outros servidores. A acrescentar que a primeira opção que terão de escolher é entre dois tipos de mundo PVE ou PVP. Como não é dada nenhuma informação relativa a esta opção, podem optar pela opção menos interessante -- PVE. Passo a explicar a diferença:

  • PVE -- não permite o confronto directo na cidade com as personagens da facção oposta Herói vs. Vilão e vice-versa, partilhando estes apenas o mesmo espaço.

  • PVP -- permite o confronto directo na cidade com as personagens da facção oposta Herói vs. Vilão e vice-versa, podendo estes entrar em lutas, que dadas as diferenças de níveis, nem sempre são as mais justas. Este é o modo mais difícil devido a essa funcionalidade, os jogadores das facções opostas podem minar o nosso progresso ao eliminarem-nos desonestamente… mas lembrem-se que a resposta é sempre viável.

O que fazer para jogar? Fazer o respectivo download da aplicação e instalar. Depois, terão de ter alguma paciência, porque o download do jogo só agora é que vai começar e são, no mínimo, 14 Gigas.

Os requisitos mínimos para este jogo são os seguintes:

Como podem observar, o jogo não necessita de nenhum PC ultramoderno e equipado para usufruir desta aventura. Divirtam-se!

Opiniões, posições e oposições --> Comments Section!!

Este artigo foi escrito por em 18 Nov, 2011, e está arquivado em Destaques, Dicas, Downloads, Jogos. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
4 comentários em “DC Universe Online – liberte o herói que existe em si”
  1. Ricardo Santos diz:

    “experimente este MMORPG totalmente grátis”
    Devia ser experimente totalmente grátis este MMORPG, ou experimente gratuitamente este MMORPG.
    Isto pq?

    Pq tanto quanto sei não existe nenhum MMORPG totalmente grátis.
    Isto é, para tirar proveito a 100% do jogo só pagando. Items, bonus whatever..

    A maior parte dos MMORPG deixam-nos jogar “gratuitamente” no entanto para prosseguir ou para pelo menos “sobreviver” (a partir de uma dada altura) só puxando dos cordões à bolsa.

    O mesmo acontece em PServers de MMORPG, onde são gratiutos, e têm mais do que os oficiais, no entanto a dada altura tb é necessário contribuir.
    Cumpz

    • Mas Ricardo, o Gonçalo explica isso muito bem artigo ao escrever: “Existe agora um trio de opções de jogo: Free, Premium e Legendary. A versão Free permite ir até ao nível 30 com a personagem, ter apenas 2 personagens criadas e ter até um máximo de 1500 créditos para a compra de itens. Existem mais limitações mas estas são as mais sentidas. O comparativo feito pelos criadores pode ser visualizado aqui:” apresentado depois um screesnshot com as opções oferecidas por cada um dos planos oferecidos.

  2. Ricardo Santos diz:

    Sim Mário. Mas não foi com intuito de correcção que eu comentei. Eu agora que voltei a ler dá essa ideia, realmente.
    Mas o que eu quis transmitir foi que hoje em dia cada vez mais este estilo de jogo (MMORPG) anuncia-se como gratuito, quando na realidade não o é, ou é parcialmente.

    Estamos a avançar cada vez mais para jogos por assinatura que propriamente para jogos que se compram e já esta.
    Se p.ex para quem acha caro comprar um jogo de uma ps3 por 70€, imagine-se a pagar uma mensalidade de 10€ para o poder jogar por tempo indeterminado que no caso de se gostar pode ser bem mais que 1 ano.
    Casos de jogos populares como o WOW (assinatura) ou metin2 (que joguei seguido durante 2anos onde este a partir de lvl 75 só mesmo gastando euros)…
    Isto tudo somado dá mais que qql titulo de topo que saia hoje para a ps3 ou xbox mesmo a contar com updates de DLC que pode rondar 20€.

    Quanto a mim é uma estratégia de marketing um bocado por imposição.
    Primeiro viciam-te de “borla” depois pagas!

    =D

    • Boas Ricardo Santos,

      Depois de verificar que estamos todos sintonizados na ideia que pretendi explicar no texto, agradeço a tua cuidada leitura do mesmo.

      Quanto à tua teoria de markting, não posso estar mais de acordo! De facto, a indústria está cada vez mais a optar por uma via claramente mais vantajosa (financeiramente para eles). Após a longa espera que o consumidor tem para que o produto chegue à loja, paga um preço premium pelo mesmo e acaba por não ter comprado o produto final! A moda dos DLCs, que grande parte exige o desembolsar de mais dinheiro (como bem o referiste), acrescenta novos conteúdos que podem ficar longe do jogador que andou a poupar os trocos todos para comprar o jogo e agora vê-se privado de novas funcionalidades. Mas agora a questão é: estão a explorar demasiado o consumidor? (na minha opinião) Nim!

      É claro que não gosto de ver (porque hoje em dia já não sou muito consumidor) o modelo que se seguiu, mas tiro-lhe o chapéu pela “engenhosidade”. Mas devo admitir que pode haver alguns factores que justifiquem este modelo, que tentarei explicar.

      Todos nós gostamos de ver a evolução dos gráficos, do aumento dos detalhes, das interacções possíveis, das animações humanas… que a indústria dos videojogos tem proporcionado. O reverso da medalha vem com esta evolução, pois cada vez mais é necessário mais tempo, recursos e pessoal especializado para atingir e ultrapassar estes níveis. Assim, os grandes jogos de hoje têm orçamentos equiparados a grandes filmes de Hollywood, tempos de produção maiores e quando se eleva a fasquia, estes números sobem! Para lembrar, que o famoso GTA IV teve um custo de 100 milhões de dólares. É certo que rendeu mais do que isso… mas é um investimento por parte da Rockstar que ora traz lucro e nome à marca, ora arruína uma empresa.

      É com este contexto que eu vejo os DLCs… um mal menor. Com a internet e as conexões de banda larga, os produtores e criadores podem colocar no mercado, produtos “mais ou menos acabados” e com suporte para introduzir as funcionalidades que gostavam de ter implementado à partida, mas por questões de timming o de recursos, não era possível (admito que muitos possam aproveitar o modelo aqui discutido apenas para aumentar as receitas e que estas restrições não tenham ocorrido). Neste produto entre o lançamento do produto inicial e o DLC, já os produtores tiveram algum retorno e podem decidir se devem dar o suporte que pretendiam, inicialmente. Há que ver que também existem vários updates para jogos que corrigem bugs e não costumam cobrar mais por updates desse tipo

      Relativamente ao DC Universe Online, foi uma estratégia de último recurso por parte dos produtores. A população do MMORPG estava a cair e a sua população já não era muito grande. A transição para o modelo Freemium fez aumentar exponencialmente a população no jogo, pelo que se registaram problemas de acesso devido à forte afluência. A oferta Free neste jogo, permite que testemos praticamente todos os aspectos do jogo… mas para ir mais além é necessário desembolsar. Aliás, saiu o DLC do Green Lantern e este conteúdo é a pagar!

      Ups, estendi-me demasiado lol. Mas de qualquer das formas, penso que o modelo corrente traz novas oportunidades para os produtores ao nível de conteúdos que podem oferecer aos utilizadores. A regra de utilização é sempre a mesma: só compra quem quer! Talvez este modelo sofra uma revisão de preços com a adesão que tem havido nos jogos para Android e iOS, que são substancialmente mais baratos… mas a qualidade gráfica, interacções e derivados, é também reduzida.

      Cumps

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: