« Facebook pode lançar serviço de e-mail Alguns manuais de televisores LG mostram como reproduzir filmes piratas »
08/02/2010
Escrito por em Downloads | 2.546 Leituras

Muitas vezes, no desespero da tentação e devido em parte aos preços praticados, pelo menos no nosso país, uma grande maioria recorre a formas menos lícitas para obter um bom editor de texto, uma folha de cálculo ou um gestor de apresentações. Há que reconhecer que um dos pacotes mais atingidos com essa prática é o do Microsoft Office. Por isso mesmo, temos o OpenOffice: completo, compatível e gratuito.

openoffice_31_rc2

É de facto uma ferramenta extremamente útil e prática de trabalho, mas com um preço algo proibitivo para os consumidores finais, torna-o incompatível com muitas das bolsas portuguesas.

openoffice_31_rc2_2

O OpenOffice.org é um pacote de aplicações opensource para alta produtividade no escritório, tais como processador de textos mega completo, gestor de apresentações com funções acima de média, folha de cálculo, base de dados, e muito mais.

O mais interessante é que tem realmente a cara do Office da Microsoft, o que ajuda bastante na adaptação ao programa. E também é capaz de gerar ficheiros Flash e PDF. E tudo isto, claro, totalmente compatível com o Office da Microsoft.

Compatibilidade: Windows/Linux/Mac-Intel/Solaris
Licença: LGPL
Homepage: OpenOffice.org

Download: OpenOffice 3.2.0 Final: Windows | Linux | MacOs

Este artigo foi escrito por em 08 Fev, 2010, e está arquivado em Downloads, Geral/Outros, Notícias, Programas, Software. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
5 comentários em “OpenOffice.org 3.2.0 Final”
  1. Feito ao Beef diz:

    Realmente boa alternativa seria se não fosse tão pesadão como aposto que continua a ser.

  2. Pessoal Boa noite.
    Sei que essa pergunta não está relacionado com esse programa , mais eu preciso de um esclarecimento.
    Eu utilizo a versão Windows 7 Home Premium 64Bits com 4GB de RAM só que apesar do sistema reconhecer os 4GB de RAM ele diz que só 2,44GB de RAM podem ser utilizados.
    Essa é minha dúvida? OBS: Minha placa de vídeo é a Geforce 8500 GT 512 GB como vocês sabem ela é uma placa Off Board e não está comendo nem uma memória do meu PC

  3. Antonio Brasil diz:

    Pelo menos no Ubuntu 9.10 que uso em um PC com processador dual core 5200 e 2GB memoria, o BrOffice é até muito rápido. Abre quase que num piscar de olhos. Mesmo no Windows que tenho instalado no mesmo PC abre muito rápido. Procure manter seu PC clean, não fique enchendo ele de coisas inutéis. Depois de um tempo que realmente aprendi a usar várias funções e instalar bem as extensões, pretendo não abandonar jamais o BrOffice.

    • Feito ao Beef diz:

      Bem eu tenho o meu portátil Toshiba L-40, dos primeiros do “tio Sócrates” e exprimentei por uns dias a versão anterior a esta e posso dizer que é pesadinha, bem à medida do Office 2007. Para não falar já na performance no meu netbook. Tendo em conta que é algo indispensável uma folha de cálculo, um processador de texto e uma ferramenta para apresentações de aulas lá na universidade, devia ser mais amigável para com os recursos da máquina. Só ficaria a ganhar com a Microsoft.

    • Lycanthrope diz:

      Boas. O openoffice tem uma particularidade que se podem estar a esquecer de referir para a diferença na performance entre PCs. O openoffice tem uma função de “quickstar”… o icone do openoffice fica na bandeja, junto das horas, o que faz que da próxima vez a abrir um qualquer documento com o openoffice ele abra mais rápido. Caso seja a primeira vez que se esteja a abrir, a função não esteja activa ou não ter o openoffice no startup do windows, ele vai abrir mais lento.

      Depois confiram e verifiquem se a disparidade está aí ;).

      Cumps

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: