« Versão 5 do HTML já pode ser testada no YouTube Friday Relax »
12/02/2010
Escrito por em Geral/Outros | 5.350 Leituras

Cada iPad pode custar à Apple cerca de 219 dólares, ou seja, 161 €uros, o que deixa espaço suficiente para a Apple cortar o preço que segundo os analistas, é muito elevado.

De acordo com uma estimativa preliminar, feita pela empresa de pesquisa de mercado  iSuppli, cada tablet da Apple, apresentado a 27 de Janeiro, pode custar cerca de 219.35 dólares (161€) à empresa.

Os materiais para o iPad, que deverão estar à venda em Março/Abril, inclui um ecrã multitouch que pode custar cerca de 80 dólares (59€), e o processador desenvolvido pela Apple e manufacturado pela Samsung com um custo de 17 dólares (12.50€), de acordo com El Segundo (Calif.) baseado no iSuppli.

O iPad mais barato, com 16 GB de memória, tem um custo de 499 dólares (~368€), valor que pode ser bastante elevado para o bolso de consumidores conscientes, tal como os analistas tem referido. O valor relativamente baixo dos materiais do iPad, dá à Apple margem de manobra para reduzir o preço de venda ao longo do tempo.

No entanto já à uma especulação no corte do valor do iPad. O analista Bill Shope, alimentou uma especulação referindo que a Apple pode ser flexível no preço do equipamento caso ele não atraia muitos compradores como esperado.

De acordo ainda com a Sideco, o valor das memórias do equipamento são a chave para os diferentes preços entre os seis modelos iPad que vão ser lançados. O preço dos 16 gigabytes de memória flash é de 29.50 dólares (21.8€), enquanto que 32 gigabytes custa 59 dólares (43.5€) e 64 gigabytes 118 dólares (87€).

O equipamento mais rentável dos 6 iPad’s a serem lançados será a versão 32 gigabytes com acesso 3G, segundo a Sideco. Os seus materiais e respectiva manufatura tem um custo de 287.15 dólares (211.50€), equivalente a 39.4% do preço de venda. O menos rentável é o modelo de 16 gigabytes sem 3G, o qual é vendido por 499 dólares. O seu custo de produção é de 229.35 dólares equivalente a 46% do preço de venda.

Fonte: BusinessWeek

Nota: Os preços foram convertidos de dólares para €uros hoje através do http://www.xe.com/ucc/, e à valores que são aproximados e não o exacto.

Este artigo foi escrito por em 12 Fev, 2010, e está arquivado em Geral/Outros. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
9 comentários em “Conheça o verdadeiro valor do iPad”
  1. Para ser sincero, não é coisa que me espante… À outro equipamento (que agora não me lembro qual) de uma empresa rival que os seus valores de produção e valor de venda era qualquer coisa parecida a isto em termos diferenciais.

  2. Vitor Teixeira diz:

    cm axam k eles estao milionarios…

  3. Sinceramente isto é valor com IVA incluido? aposto que nao…

  4. Enfim, enfim. enfim….é o mesmo com o iPhone…é euros a entrar à pá…

  5. Pois, eu por acaso não gosto muito da Apple, mas estes preços têm de ser praticados .

    Como acham que se paga aos trabalhadores que são funcionários de uma simples fábrica .

    Se eles acham que estes preços chegam para não meter pessoas a viver na rua e ainda ganham lucro, são livres de o fazer e mesmo não comprando Apple, concordo com isto .

    E não é só a Apple a fazer isto, são todas .

  6. Esses são só os custos de hardware. Faltam os gastos com desenvolvimento, pesquisa, burocracia (registro de patentes, compra de direitos), propaganda… Enfim, outros fatores influem nas margens de lucro da Apple, e eles não foram citados no cálculo.

    • Sim, e não esquecer por exemplo garantias e outros, que como é óbvio, estão incluídos no preço.

      • Quando compras uma coisa, supostamente não estas a pagar para ter garantia… A garantia está em lei. O que eles podem fazer é incluir isso nas contas dos lucros. Legalmente nao podiam dizer que estao a ter lucros a pensar tb nas garantias…

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: