« Game Save Manager Wise Disk Cleaner, aproveite todos os «espacinhos» do seu disco »
28/05/2010
Escrito por em Geral/Outros | 2.837 Leituras

O GIMP é um editor de imagens que foi desenvolvido originalmente para o Linux, mas que também corre no Windows.

O programa não fica a dever nada ao conhecido Photoshop. São milhares de recursos entre filtros e efeitos, capazes de fazer magia com qualquer imagem.

O editor possui uma suíte completa de ferramentas para a criação de imagens — tanto bitmaps quanto vetoriais — tais como: BrushPencil,AirbrushClone etc. Além dessas, possui um sistema de anti-aliasing de alta qualidade e uma poderosa ferramenta para aplicar efeitos de gradiente e mistura, permitindo aplicar efeitos incríveis em qualquer imagem.

Como se trata de um editor de imagens avançado, conta com uma série de recursos profissionais, de modo que os resultados obtidos satisfaçam, e muito, as suas expectativas. Veja alguns deles:

  • Suporte completo ao canal alpha (transparência).
  • Camadas e canais totalmente manipuláveis.
  • Múltiplo desfazer/refazer, limitados apenas pelo espaço livre em disco.
  • Camadas de texto editáveis.
  • Ferramentas avançadas de transformação, seleção etc.
  • Seleções e máscaras modeláveis.
  • Suporta também a utilização de texturas e pincéis totalmente personalizáveis. É ótimo para amadores e profissionais, pois o conhecimento profundo de cada ferramenta depende diretamente do quanto você vai explorá-las!

    Destaque para a compatibilidade total e facilidade de aprendizagem e familiaridade com outros programa famosos do mercado.

    Compatibilidade: Windows/Linux
    Licença: GNU GPL
    Homepage: The GIMP Team
    Download: Gimp 2.6.8

    Este artigo foi escrito por em 28 Mai, 2010, e está arquivado em Geral/Outros. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

    Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

    Artigos Relacionados
    3 comentários em “Gimp 2.6.8”
    1. Freitas diz:

      não curto muito do ambiente gráfico, chega a ser confuso por vezes, photoshop ai já é outra coisa, o melhor do mercado do genero.

      • É tudo uma questão de uso. Eu comecei a usar o Gimp porque uma licença para o Photohop custa um dinheirão. Claro que existe forma de contornar isso (software pirateado), mas cada um sabe de si.
        Agora uso o Gimp, porque chega perfeitamente para o que eu preciso. Sei que existem algumas funcionalidades no Photoshop que não existem no Gimp, mas penso que em termos propocionais, o dinheiro que iria pagar não compensa as funcionalidades a mais (pelo menos no meu caso).

    2. Tem em português ?

    Deixe o seu comentário

    (obrigatório)

    (obrigatório e não será publicado)



    :wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: