« Ficheiros protegidos com um clique! Facebook chega aos 500 milhões de “habitantes” »
22/07/2010
Escrito por em Dicas | 4.116 Leituras

Nos últimos anos temos assistido a uma autêntica explosão da “nuvem”, do cloud computing. Suites de produtividade, calendários, conversores de vídeo, clientes de email, até aplicações de edição de imagem marcam presença na web de hoje em dia. Pessoalmente, não gosto desta aproximação de manter tudo no browser, mas sou apologista de uma perfeita harmonia entre a integração das aplicações web e o ambiente de trabalho do utilizador. Gosto de estar a trabalhar numa aplicação e a certo momento não conseguir perceber se estou a editar dados offline, ou se já os tenho sincronizados online. E por falar em sincronização, algo que gosto de manter sincronizados e sempre visíveis são os calendários. E o GNOME, ambiente de trabalho por omissão do Ubuntu, faz um trabalho fantástico no que toca a disponibilização e sincronização de calendários ;)

Para termos este tipo de sincronização (ou seja, possibilidade de vermos eventos de calendários .ical e .ics, cuja actualização é automática), é necessário instalar o pacote evolution-webcal. Sei que a grande maioria dos utilizadores prontamente desinstala o cliente de email Evolution, e este pode assim continuar já que este pacote não depende do cliente de email Evolution.

O pacote encontra-se na maioria dos repositórios das distribuições Linux, portanto será facilmente instalável através do seu método favorito (seja ela a consola, o gestor de pacotes, etc…).

Depois de instalado o pacote, terá que reiniciar o seu browser, e, a partir daqui, sempre que clicar num link de um calendário .ical (por exemplo do icalshare.com, ele abrirá com o evolution-webcal, sendo que depois poderá definir a frequência de actualização e uma cor para os eventos.

No caso de querer usar calendários do Google Calendar, terá que aceder ao serviço, escolher Definições > Definições do Calendário > Calendários, escolher um calendário (seja ele um calendário público ou um calendário de “interesse” disponibilizados pela Google), e clicar nele. Na página de detalhes que aparecerá, terá um campo Endereço do Calendário, e aí uma opção com o link para o calendário no formato ical.  Esse link apontará para um ficheiro .ics.

Como o evolution-webcal não reconhece o formato de ficheiro .ics, teremos que o adicionar manualmente. Isso resume-se, a primeiro, copiar o link, segundo, pressionar Alt + F2, e terceiro, digitar:

/usr/lib/evolution-webcal/evolution-webcal link.do.calendário.ics

Neste caso:

No caso de querer adicionar o seu calendário pessoal do Google Calendar, é necessário primeiro torná-lo público. Um pequeno aviso: tornar o calendário pessoal público fará com que todos os seus eventos sejam pesquisáveis e visíveis para todos os utilizadores Google. Cuidado ;)

E, já agoram, ficam aqui alguns links interessantes para adicionar ao seu calendário:

Este artigo foi escrito por em 22 Jul, 2010, e está arquivado em Dicas, Geral/Outros, Internet. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: