« Google segue passos da Apple e veta codec H.264 E o preço dos combustíveis? »
18/01/2011
Escrito por em Destaques | 4.040 Leituras

De uma parceria entre o blog Criticamente Falando e o KeroDicas.com nasce este novo espaço: You’re Winner. É um espaço dedicado aos piores videojogos da história. Para explicar o porquê da escolha deste nome para o espaço, temos o jogo que tornou a expressão famosa: Big Rigs Over The Road Racing.

Surgido no mercado em 2004, desenvolvido pela atualmente inexistente Stellar Stone, Big Rigs Over The Road Racing é um dos poucos jogos em que quase todos os críticos que tiveram oportunidade de o testar se opuseram a fazê-lo. Porquê?

Over The Road Racing” é uma expressão capaz de captar a atenção de muitos jogadores. Em Big Rigs, esta é levada demasiado à letra. O objetivo é demasiado (já vamos explicar porquê) simples: transportar droga antes de um camião adversário. E aqui surge a primeira de muitas falhas deste jogo: apenas um dos veículos disponíveis tem atrelado.

Como se não bastasse o anteriormente referido, a nivel de definições gráficas, que em nada alteram a jogabilidade, apenas podem ser definidos os valores Baixo ou Normal, e as duas últimas opções são alteradas simultaneamente. Ainda sobre este menu, as opções Aplicar, Cancelar, ou OK surtem o mesmo efeito, pelo que o jogo guarda (ou não) sempre as configurações.

Ainda acerca dos menus, nos créditos de desenvolvimento do jogo, o nome de uma pessoa repete-se, mas isso é apenas um pormenor.

Saindo do menu de opções e de créditos, temos a opção de corrida personalizada ou aleatória. O mais fantástico é que, de entre as poucas pistas disponíveis, uma delas não funciona, sequer, bloqueando o jogo.

Efetuadas todas as devidas seleções, surge um inexplicavelmente lento menu de carregamento. Acredito, sinceramente, que isto não é mais que um ecrã a dizer “Loading”, mas que não carrega absolutamente nada, assim como o menu de opções nada faz.

Iniciada a corrida, após o ecrã de carregamento, o utilizador pode, finalmente, começar a jogar. Pode… se não tiver nenhuma tecla pressionada, ou imediatamente ganhará a corrida e será levado novamente ao menu principal.

Assumindo que a corrida decorreu como era suposto em qualquer jogo, há que reparar no quadro de tempo e checkpoints: saem fora das margens. Mas também não faz grande diferença olhar para o tempo, já que acabamos sempre por ganhar. Numa versão inicial do jogo, o adversário não se mexia (sim, um jogo de corridas em que o jogador ganha sempre. O sonho de qualquer um). Mais tarde a empresa lançou um patch para corrigir este bug, pelo que finalmente o adversário se mexia. Infelizmente, o ponto de início e fim da corrida dado ao bot era o mesmo, o que levava a que o adversário se mexesse, mas parasse antes da meta.

Outro aspeto bastante interessante deste jogo é a total inexistência de motor de colisão. Quando se aprende a jogar jogos de carros, aprende-se a não bater. Em Big Rigs é sempre fantástico. É condução todo-o-terreno. E por falar em todo-o-terreno, este jogo desafia ainda outras leis da física, pelo que se deve dar crédito aos criadores por esta originalidade: ao subir montanhas, além de não se perder velocidade, ainda se a ganha, e, em inversão de marcha, a aceleração dá-se até ao infinito. Por aqui se pode ver que o atrito não é algo bem calculado em Big Rigs, já que para parar o veículo em marcha normal o mesmo tem um tempo de reação após premir o botão correspondente aos travões, e, em marcha inversa infinitamente rápida, basta largar o acelerador que o veículo pára de imediato. Além disso, é possível continuar a conduzir fora do mapa.

A nível de som, apenas existem dois ficheiros de áudio neste jogo: a música de fundo e o som constante do motor. Em alguns casos, devido a fraca programação, os mesmos não são reproduzidos.

Ao premir a tecla TAB, o utilizador pode controlar o adversário, mas não pode carregar de novo em TAB, ou o jogo irá bloquear. Premindo ESC o jogo dá duas opções: “Continuar a jogar” ou “Sair para o Windows”, sendo que a segunda e mentirosa, pois não nos manda para o Windows, mas sim para o ecrã principal.

Aqueles que ganharem a corrida (é possível perder?) têm direito a ver uma mensagem a dizer “You’re Winner”, que em português se pode traduzir como “Tu ser vencedor”, o que prova uma gramática brilhante por parte desta empresa russa. É devido a esta célebre frase que este espaço recebe este nome.

É por esta razão que acreditamos que este jogo tenha sido criado apenas na véspera da data de lançamento do jogo, depois de uma direta. Fiquem com uma review por parte da Gamespot. Podem ainda consultar outros vídeos no Youtube sobre o jogo. Para qualquer comentário, usem o formulário existente para esse fim.

Adicionalmente, o domínio stellarstone.org foi comprado pelos membros do fórum yourewinner.com, pelo que estes agora assinam as suas criações em nome da empresa.  Existe, então, uma primeira versão de desenvolvimento de Big Rigs Online.

Podem deixar as vossas sugestões de jogos para serem falados neste espaço no formulário de comentários, ou enviar-nos por e-mail para yourewinner.kerodicas@criticamentefalando.com.

Recursos web: Patch para Big Rigs: Over the Road Racing; Fórum You’re Winner; Blog (falso) da Stellar Stone; Web Archive: Stellar Stone Group; Website (falso) da Stellar Stone Group (dos mesmos autores do blog e do website yourewinner.com)

Artigo ao abrigo do novo acordo ortográfico.


Este artigo foi escrito por em 18 Jan, 2011, e está arquivado em Destaques, Jogos, You’re Winner. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

6 comentários em “You’re Winner (I): Big Rigs Over The Road Racing”
  1. David – You’re the winner!! Boa rúbrica!

    Por acaso gosto muito destes fails. Caso me apareça algum que mereça o teu focus, eu transmito-te com muito prazer :D

    Cumps e boa parceria, para os dois lados :)

  2. David em grande estilo! Grande rubrica! Bem-vindos.

  3. muito sinceramente e esta é a minha opinião, muito extenso.

  4. Olá David,

    Desconhecia esta pérola, LOL.

    Bem-vindo, abraço. :)

  5. Ah, não podia deixar de ser. Nada supera o Big rigd.

    Espera que faças uma ao Superman 64, ou ao ET para a Atari. Ainda existem uns quantos milhares enterrados num deserto Americano, só para se ver quão bem-vendidos eram.

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: