« Trojan do YouTube difundido em email escrito em português WCG: portugueses à espreita de medalhas »
04/11/2008
Escrito por em Mundo | 1.202 Leituras

A Universidade de San Diego, nos EUA, vai começar a preparar um sistema de cura de ferimentos para os militares. No futuro, os tratamentos vão começar a ser ministrados mais rapidamente.

Os investigadores vão preparar um chip para os militares trazerem no corpo e que mede as alterações biológicas do organismo, noticia o MedGadget.

Este chip está ligado a um computador que remotamente poderá iniciar o tratamento ao ferido. O sistema vai analisar os dados do organismo através do estudo das enzimas e terá eléctrodos que vão produzir sinais em código binário de acordo com as variações que detecte. Em função dos sinais recebidos, esta invenção vai poder desencadear uma resposta mais rapidamente.

Fonte: Exame informática

Este artigo foi escrito por em 04 Nov, 2008, e está arquivado em Mundo, Notícias. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
1 comentário em “Vem aí o “Hospital que se pode vestir””
  1. ehh… metal gear nao estao lnge de acontecer! hahah

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: