« CNN compra conta do Twitter com quase um milhão de seguidores Burnout Paradise – Cops N’ Robbers Trailer »
17/04/2009
Escrito por em Mundo | 1.942 Leituras

Ao contrário das suas próprias expectativas os criadores do Pirate Bay foram condenados a um ano de prisão e ao pagamento de indemnizações no valor de 2,7 milhões de euros. É este o desfecho do julgamento que ao longo das últimas semanas animou o mundo da tecnologia e prendeu a atenção de muitos, pela importância que a decisão terá em casos futuros do mesmo género.

piratebay

A decisão do tribunal dá por provada a culpa dos quatro arguidos e a sua cumplicidade na violação de direitos de autor, confirmando a pena pedida.

Dois dos responsáveis do site tinham ainda na quarta-feira mostrado a sua confiança na decisão do tribunal e na sua absolvição. Boa parte das acusações que lhes eram dirigidas caiu por terra por falta de fundamento logo nas primeiras sessões do julgamento, criando alguma confiança nos criados do site de partilha de ficheiros que ainda na última sessão do julgamento reafirmaram a sua convicção relativamente à fragilidade dos argumentos usados para considerar o site “pirata”.

Com a sentença conhecida, os responsáveis já garantiram que vão recorrer da sentença e reafirmaram também o que já tinham dito antes da conclusão do julgamento: mesmo que o processo dite a sua condenação, o site continuará a funcionar, já que conta com milhões de utilizadores em todo o mundo e o seu âmbito vai muito para além da Suécia, onde está sedeado o processo.

O Pirate Bay conta com mais de 25 milhões de utilizadores.

Peter Sunde, Fredrik Neij, Fredrik Neij e Carl Lundström são os condenados. Têm idades entre os 25 e os 49 anos.

Mantém-se agendada para hoje a conferência de imprensa anunciada pelo grupo no decorrer desta semana.

 Fonte: TeK

Este artigo foi escrito por em 17 Abr, 2009, e está arquivado em Mundo, Notícias. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
21 comentários em “Prisão para os responsáveis do Pirate Bay”
  1. eu tenho a solução pra o thepiratebay: mudem de nome e passem o testemunho a outros.
    Mas pode-se ter perdido uma batalha, ms ainda n se perdeu a guerra.

  2. A questão é: será que alguém quer pegar no testemunho?! É um risco!

  3. Cileitz não sei te lembras ms o btuga mudou pra btnext. Houve um preço a pagar ms alguém continuou cm o projecto. E era um risco.

    • Igor Mendes diz:

      alguém pegou no projecto? é o mesmo artista…e ainda está em risco de lhe acontecer a mesma coisa…a desculpa que não alojam nada é quase inutil, porque não alojar mas dizer onde está um download ilegal é a mesma coisa!

  4. Será mm Igor? Se assim for pq é k o itunes não tem o mm destino?? Gostava de saber se o itunes paga os direitos de autor.

    • Igor Mendes diz:

      dno itunes, cada música a 0,99 centimos, 0,30 centimos são de lucro para eles e o resto é para a discografica…tenho dito!

    • O iTunes funciona como uma loja e paga todos os direitos de autor.
      O caso do btnext é diferente. Que eu saiba, o Btuga foi alvo de uma investigação, mas nada foi levado a tribunal (penso eu). Anyway, o risco continua o mesmo!

  5. já não vou falar na questão do itunes…mas será a google não faz exactamente a mesma coisa? basta procurarem e encontram tudo o que quiserem! pensem nisso…!!

  6. Eu, a meu ver, dizer onde se encontram os links para efectuarem o download não é qualquer crime… Alojar esses conteudos ai sim… ja que estão tao preocupados com piratebay e outros porque não se preocupam também com os warez que devem ter tanta utilização como os torrents ???? RAPIDSHARE, MEGAUPLOAD entre muitos outros???

    A meu ver acho que não são estas medidas que vão combater a pirataria…

    Mas tambem se as empresas de multimédia em Portugal comexaxem por baixar os preços de muitos produtos penso que, pelo menos neste pais, a pirataria baixaria muito… na minha opiniao claro

  7. No final tudo isso vai ser benéfico para eles: pela visibilidade que foi dado à eles.

  8. Se eu alojar um jogo no MegaUpload e não dizer a ninguem que está lá, alguém descobre? Pensem nisso.
    E a Lei é clara (Lei n. 16/2008 de 1 de Abril – Artigo 224.º do Código do Direito de Autor e dos Direitos Conexos – Tutela penal – GPEARI):
    1 — Quem, não estando autorizado, intencionalmente, sabendo ou tendo motivos razoáveis para o saber, pratique um dos seguintes actos:

    a) Suprima ou altere qualquer informação para a gestão electrónica de direitos;

  9. b) Distribua, importe para distribuição, emita por radiodifusão, comunique ou ponha à disposição do público obras, prestações ou produções protegidas, das quais tenha sido suprimida ou alterada, sem autorização, a informação para a gestão electrónica dos direitos, sabendo que em qualquer das situações indicadas está a provocar, permitir, facilitar ou dissimular a violação de direitos de propriedade intelectual;

    é punido com pena de prisão até 1 ano ou com pena de multa até 100 dias.

    2 — A tentativa é punível com multa até 25 dias.

  10. Se eu alojar um jogo no MegaUpload e não dizer a ninguem que está lá, alguém descobre? Pensem nisso.
    E a Lei é clara (Lei n. 16/2008 de 1 de Abril – Artigo 224.º do Código do Direito de Autor e dos Direitos Conexos – Tutela penal – GPEARI):
    1 — Quem, não estando autorizado, intencionalmente, sabendo ou tendo motivos razoáveis para o saber, pratique um dos seguintes actos:

    a) Suprima ou altere qualquer informação para a gestão electrónica de direitos;

  11. Igor Mendes diz:

    mais claro é impossível!

  12. O BtNext NÃO É o btuga. Existem muitos sites sobre isso.

  13. :-O … O que dizem eles:

    Press conference here
    Don't worry – we're from the internets. It's going to be alright. :-)

  14. é muita lentra , mas o pirate bay é um dos melhores e força aí não feichem isto pk partilhar n é crime crime é comprar verdadeiro ao preço que é

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: