« Consolas com 250GB vão animar este Natal Fundadores do Skype processam eBay »
18/09/2009
Escrito por em Notícias | 1.837 Leituras

A Microsoft lançou ontem a primeira versão, em beta restrito, das suas aplicações de produtividade baseadas na Web. O Office Web Apps inclui versões das aplicações Word, Excel e PowerPoint, mas no caso do Word a versão agora disponibilizada ainda só permite visualizar documentos, não compreendendo criação e edição de texto, funcionalidades que, segundo a empresa, ainda estão a ser trabalhadas pela equipa. O mesmo foi referido com relação ao OneNote.

rsz_1

Esta primeira versão está apenas acessível para utilizadores do Windows Live SkyDrive – um serviço gratuito que disponibiliza o armazenamento e envio de dados para utilizadores com Windows Live ID – que se tenham inscrito para participar no teste das novas Web Apps.

O lançamento da versão final só deve acontecer com o do Office 2010, em meados do próximo ano, mas antes disso será ainda disponibilizada uma beta, que a empresa espera ter pronta no final do Outono – e que pode ainda não admitir edição no Word.

rsz_3

Na sua versão final o Web Office já deverá contar com funcionalidades de edição em todos os programas, e com uma versão do OneNote, embora não esteja de todo previsto que o Web Office venha a ter as mesmas capacidades que a suite de produtividade vendida nas lojas.

Uma das condicionantes das ferramentas da Microsoft baseadas na web é ao nível da partilha de documentos. Para partilhar um ficheiro o utilizador precisa de guardá-lo primeiro no Windows Live SkyDrive e só depois pode enviá-lo, ao contrário do que acontece actualmente com serviços como o Google Apps, que permite a partilha directa a partir do editor online.

rsz_5

O acesso ao Office Web Apps será gratuito e facultado a partir do Windows Live. As empresas poderão providenciar as ferramentas de produtividade online para os seus trabalhadores a partir dos seus servidores SharePoint ou através da subscrição do serviço Microsoft Online.

As aplicações vão estar disponíveis para browsers como o Internet Explorer, Firefox e Safari, que suportam o SilverLight. De fora fica, por enquanto, o Opera.

Fonte: TeK | Imagens: ZDNet

Este artigo foi escrito por em 18 Set, 2009, e está arquivado em Notícias, Programas, Websites. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: