« Wine HQ 1.1.31 HTC Hero exclusivo »
10/10/2009
Escrito por em Mundo | 2.002 Leituras

Empresa diz que encontrou dados do Estado em rede de ciber-espionagem chines.

Um relatório divulgado esta semana afirma que informação sensível do Estado português foi roubada por uma rede informática sediada na China. Esta rede chama-se GhostNet e já em Março tinha sido alvo de um trabalho de investigadores da Universidade de Toronto, no Canadá, que concluíram que era usada para espiar computadores de mais de 100 países, entre os quais Portugal. Mas o documento levanta dúvidas.

chineses

O relatório foi publicado por uma empresa de segurança informática portuguesa, chamada Trusted Technologies e que é praticamente desconhecida. Os autores dizem ter entrado nos servidores da GhostNet e encontrado, entre outros dados, informação capaz de facultar o acesso a bases de dados do Ministério da Justiça, ficheiros sobre o sistema que gere as eleições em Portugal, documentos da Polícia Judiciária e informação sobre juízes e magistrados. A empresa diz ter uma cópia de toda esta informação, que só divulgará se existir “autorização expressa pelas entidades competentes”.

A própria Trusted Technologies enviou o documento às redacções e a instituições como a Presidência da República, a Procuradoria Geral da República, o Sindicato dos Magistrados e a Ordem dos Advogados. Hoje ao final da tarde, Bruno Vieira, engenheiro na Trusted e co-autor do relatório, disse ao PÚBLICO que não tinha tido qualquer resposta por parte destas entidades. Bruno Vieira contou que a investigação se desenrolou ao longo de cerca de seis meses e que foi motivada por notícias do início deste ano, que davam conta que vários computadores de organismos do Estado tinham sido alvo de ataques informáticos.

“Em teoria”, garantiu Vieira, a informação encontrada nos computadores chineses “põe em causa a segurança das instituições” e permite alterar bases de dados como as do Registo Predial ou até interferir com a contagem de votos numa eleição.

Muitos especialistas acreditam que a GhostNet possa ser operada por serviços de espionagem chineses, mas Vieira admitiu que, embora seja possível localizar geograficamente os computadores, não é possível ligá-los ao Governo de Pequim.

Já o director técnico da Symantec em Portugal, Timóteo Menezes, disse ao PÚBLICO haver casos conhecidos de redes que tentam roubar informação de computadores de organismos estatais (os EUA queixam-se frequentemente de serem espiados pela China). Mas argumentou que o relatório levanta “muitas dúvidas”, não oferece uma explicação cabal da investigação e parece ser “uma história em que se pode querer acreditar”.

Segundo a Trusted, o processo de roubo de informação implica aquilo a que se chama engenharia social – ou seja, é necessário que um utilizador (como um funcionário) abra um ficheiro num e-mail ou aceda a um site controlado pelos atacantes. Depois, a GhostNet explora vulnerabilidades e instala software malicioso, com o qual é possível controlar à distância os computadores. As máquinas infectadas são então instruídas para enviar ficheiros para os computadores da rede espiã.

A GhostNet

Em Março deste ano, um grupo de investigadores da Universidade de Toronto, no Canadá, publicou a descoberta de uma rede de computadores sediada na China, que estava a armazenar ficheiros oficiais de 103 países – entre estes estava Portugal. Os cientistas (que trabalharam a pedido do gabinete do Dalai Lama) disseram que a GhostNet tinha até à data sido responsável por infectar quase 1300 computadores. Os investigadores conseguiram descobrir o nome dos ficheiros a circular – mas, na maioria dos casos, não foram capazes de aceder ao conteúdo.

Fonte: Público

Este artigo foi escrito por em 10 Out, 2009, e está arquivado em Mundo, Notícias. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
5 comentários em “Dados do Estado Português em mão de espiões Chineses”
  1. Parece que no Iraque também havia armas de destruição maciça….xD
    Estes senhores querem é vender aos governos caríssimos programas de protecção e por isso inventam estas histórias mirabolantes… uma empresa chinesa a espiar o governo de Portugal?? :o Alguém aponta uma razão? Eu não vejo nenhuma…

    • E se te disser que há verdadeiros espiões (pessoas) estrangeiros em Portugal? Irás outra vez dizer que é mentira? Nesta altura já é mais facil espiar por computador do que serem mesmo as pessoas a vir para o pais para ver o que se passa.

      Nunca te apateceu espiar a tua vizinha geitosa? Tão imagina o que era poderes ter cameras de filmar em casa dela em todos os cantos e podesses ve-la atraves o computador?? Que achas?? Seria melhor que estar a olhar pela janela, não??

      ;)

    • Tem juízo. As grandes potências como a China tem serviços secretos e espiões dispostos a td. Não é como em Portugal!! Isto acontece pq estão incompetentes à frente dos departamentos infomaticos do Estado, ou seja, pessoas que estão desactualizadas e que são do tempo do windows 3.1. Isto é uma VERGONHA!!!

  2. Mas até é provável, hoje em dia toda a gente espia toda a gente, é este o nosso fantástico mundo globalizado? :p admito que a frase contem um pouco de sarcasmo.lool

  3. Uma vergonha é o estado utilizar o sistema da Microsoft em vez de utilizar sistemas mais seguros como o Linux , FreeBSD ou ate o OpenSolaris, porque estes sistemas permitem construir a suas próprias versões de forma mais económica e mais segura.

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: