« Lazzy subs – Renomeie legendas em batch Light Peak vai entrar em produção já em 2010 »
12/10/2009
Escrito por em Mundo | 2.586 Leituras

Se quiser comprar informação de cartões de crédito roubados, acesso a botnets para envio de spam massivo ou roubo de informação em computadores só tem de se dirigir a fóruns cada vez mais especializados e profissionalizados, afirma um estudo da alemã GData. A empresa estima que anualmente este mercado negro movimente 70 mil milhões de euros em todo o mundo.

fast-internet

Os preços estão normalmente tabelados e podem partir de 300 euros por um cartão de crédito roubado ou 800 euros para envio massivo de spam.

O estudo da GData é semelhante a outras análises feitas por empresas de segurança como a Kaspersky ou a Panda Software, que há muito alertam para a profissionalização das redes de crackers e a as ameaças que estas oferecem já que, sem conhecimentos técnicos, é possível ter acesso a dados que são depois usados em fraudes.

Para realizar este estudo a GData teve acesso aos fóruns e plataformas de compra e venda usadas pelos crakers, admitindo que estes estão “perfeitamente organizados” e profissionalizados, chegando ao ponto de oferecer a devolução do dinheiro pago quando o hacking não se mostra eficiente.

Fonte: Tek

Este artigo foi escrito por em 12 Out, 2009, e está arquivado em Mundo, Notícias. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
3 comentários em “Mercado negro da Internet move 70 mil milhões de euros por ano”
Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: