« Trixbox – O PABX IP gratuito eMeSeNe, integração na rede Live Messenger »
16/01/2010
Escrito por em Mundo | 3.179 Leituras

A Microsoft informou ontem que uma falha no seu navegador de internet foi utilizada nos ciberataques que levaram o Google a ameaçar deixar a China.

O software “Internet Explorer” foi uma das vias utilizadas nos sofisticados ataques contra o Google e outras redes de empresas, afirmou o director de segurança da Microsoft, Mike Reavey, no seu blog.

“A Microsoft continua a trabalhar com o Google, outros parceiros do sector e as autoridades para esclarecer o assunto”, completou.

Segundo Reavey, os ataques foram veiculados através do Internet Explorer 6, uma versão pouco recente do navegador da Microsoft.

Irritado com os ataques virtuais em massa procedentes da China contra militantes de direitos humanos, o gigante da Internet Google ameaçou na terça-feira passada abandonar toda a sua actividade no país e pôs fim aos filtros que utilizava para censurar os conteúdos das pesquisas feitas na China.

Fonte: DN

Este artigo foi escrito por em 16 Jan, 2010, e está arquivado em Mundo, Notícias, Websites. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: