« O computador também já é Meo Conheça o verdadeiro valor do iPad »
12/02/2010
Escrito por em Notícias | 3.301 Leituras

Um dos principais objectivos da versão 5 do HTML, linguagem usada para escrever sites, é tornar os navegadores capazes de exibir vídeos sem precisar de plugins proprietários como o Flash, da Adobe, e o Silverlight, da Microsoft.

Iniciado em 2004, o desenvolvimento do HTML5 está a ser liderado por Ian Hickson, do Google, e David Hyatt, da Apple. Sendo que os únicos navegadores que suportam actualmente o HTML5 no YouTube são o Chrome, do Google, e o Safari, da Apple. Usando o Chrome Frame (code.google.com/chrome/chromeframe), do Google, é possível ter suporte a HTML5 no Internet Explorer, da Microsoft.

O YouTube e o Vimeo (vimeo.com), dois dos sites de vídeo mais populares do mundo, já permitem, em fase de testes, a exibição de vídeos com HTML5.

Para testar o HTML5 no YouTube, basta ir a www.youtube.com/html5 usando um dos navegadores suportados e clicar em Entrar no HTML5 Beta.

Ainda há limitações: nem todos os vídeos podem ser exibidos em HTML5 e recursos como anúncios, anotações e legendas ainda não funcionam.

Se quiser desactivar o HTML5 no YouTube, volte a www.youtube.com/html5 e clique no link Sair do HTML5 Beta.

Para testar o HTML5 no Vimeo, basta aceder a um vídeo do portal usando um dos navegadores suportados. Se o vídeo que quiser ver funcionar em HTML5 – cerca de 65% deles são compatíveis -, surgirá o link Switch to HTML5 player.

Por enquanto, os vídeos em HTML5 do Vimeo não podem ser visualizados em ecrã total.

Fonte: diáriodigital

Este artigo foi escrito por em 12 Fev, 2010, e está arquivado em Notícias, Tecnologia, Websites. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
10 comentários em “Versão 5 do HTML já pode ser testada no YouTube”
  1. Cara, tem coisa erada no seu post, o firefox suporta HTML5 antes do safari e antes do chrome existir, ele só não funfa no youtube porque o google decidiu usar outro codificador de video (o medo da concorrência e floid).

    • Tem razão, alterei a frase para melhor percepção

      “Sendo que os únicos navegadores que suportam actualmente o HTML5 no YouTube são o Chrome, do Google, e o Safari, da Apple. Usando o Chrome Frame (code.google.com/chrome/chromeframe), do Google, é possível ter suporte a HTML5 no Internet Explorer, da Microsoft.”

  2. João Ramiro diz:

    ja uso no chrome 4 ha algum tempo, é muito eficiente

  3. Estive a ver uns vídeos em html5… Não há paragens é carregar e ver, sem interrupções.
    Adeus flash, adeus silverlight… :P

  4. Guilherme de Sousa diz:

    No artigo fazes varias referencias ao Google como o search engine, e nao À Google, empresa.
    Portanto onde esta ‘do Google’ deveria estar ‘da Google’.

    cumps!

  5. parece-me que as frameworks e agora o html 5 estão completamente a rebentar com o flash. O que já era hora diga-se

  6. Oh havia de funfar no firefox :P

    isso é k era de valor

  7. bye bye flash!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  8. Faltou um detalhe nesse artigo: O Youtube decidiu, ao contrário do Daily Motion, utilizar um formato de vídeo proprietário para utilizar com o html5, o H264, e por isso somente os navegadores Chrome e Safari suportarão ele. Navegadores como o Firefox e outros que são softwares livres, não poderão usufruir dessa tecnologia no youtube.

    Ou seja: O Google está boicotando os outros navegadores para que as pessoas parem de utilizá-los.

    Por isso digam NÃO ao youtube e SIM ao Daily Motion, que é um serviço tão bom quanto o youtube e que vai funcionar em todos os navegadores.

    Abraços

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: