« Até que ponto conhece bem o seu disco rígido? Skype, mais comunicação…grátis! »
13/10/2010
Escrito por em Notícias | 4.311 Leituras

Com os ganhos actuais, pode mesmo dizer-se que o crime informático movimenta mais dinheiro do que o tráfico de droga. Só em Lisboa, a PJ abriu este ano processos crime que indiciam uma perda de mais de dois milhões e meio de euros para as vítimas. Os principais crimes cometidos através da Internet em Portugal são o phishing e a pedofilia. Algo que, numa sociedade tecnologicamente avançada, é preocupante.

Um estudo levado a cabo pela Symantec Ibérica, realizado a mais de sete mil pessoas, concluiu que dois em cada três utilizadores de Internet já foram vítimas de brulas, mas poucos são os casos levados à polícia devido ao cepticismo. Ou seja, cerca de 65 por cento dos utilizadores já foram vítimas de cibercrimes, que vão desde fraudes on-line de cartões de crédito, vírus informáticos a roubo de identidade.

“Tudo o que se escreve na internet vai ficar na internet para sempre”, alertou o espanhol Javier Ildefonso, da Symantec Ibérica, lembrando que é uma espécie de “tatuagem digital”, para a qual “não existe nenhuma cirurgia a lazer para a remover”.

Este artigo foi escrito por em 13 Out, 2010, e está arquivado em Notícias. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
3 comentários em “Phishing em Portugal gera milhões”
  1. Por acaso já conheci uma pessoa a quem lhe «limparam» 7.000 euros e ainda estava todo revoltado a dizer “…a e tal, eu só inseri todos os números do cartão de segurança na caixa onde me pediram!” 8-O 8-O 8-O

    que mais se pode dizer? bem, esse ao menos apresentou queixa, valha-nos.

  2. José Gomes diz:

    “Algo que, numa sociedade tecnologicamente avançada, é preocupante.”

    Epá uma mentirinha destas não faz mal a nimguem mas vá…

    As infrastructuras tecnológicas são avançadas em Portugal o utilizador é que continua um Cepo, seja por não ter interesse em receber formação seja por não ser dada a devida “educação tecnológica”

    Eu com algum trabalhinho também me punha nesses negócios escuros e tenho a certeza absoluta que em menos de 1 dia mais de 10 pessoas iam nessa…

    Mas enfim… nimguem quer realmente aprender, só interessa farmvilles e afins, e quando aparece um email da CGD ou afins com traços claros de phishing caiem que nem patinhos…

    Eu falo, mas os meus familiares tambem são todos assim, ás vezes até me sinto um previligiado de ter esta noção tão abrangente deste mundo

  3. A mim tem aparecido phishing de bancos brasileiros, portugueses nunca apareceram.
    Só cai quem quer.
    Imaginem, eu tenho um OS virtual, limpo, com um brower , um antivirus e firewall para ir á minha conta bancaria!

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: