« Publicidade proibida por excesso de Photoshop Remodelação do Android Market em vídeo »
28/07/2011
Escrito por em Destaques | 1.911 Leituras

A Nintendo encontra-se totalmente desagradada com a performance das vendas da sua nova consola portátil Nintendo 3DS (3DS). Com vista a combater a fraca prestação, apresenta um plano de corte de 40% no preço da consola. Contudo, este plano apenas foi apresentado para o Japão. Conheça os restantes detalhes.

Os resultados não foram nada animadores para a Nintendo quando viu que a sua nova consola portátil necessitou de 13 semanas para atingir 1 milhão de consolas vendidas quando a sua antecessora, Nintendo DS, apenas precisou de 4 semanas para atingir essa marca. A medida apresentada visa apenas o mercado japonês e será efectiva a 11 de Agosto, mas visto que a crise de vendas é generalizada, é de esperar que esta medida chegue aos restantes cantos do continente.

A consola chegou ao mercado em Fevereiro no Japão e 1 mês mais tarde aos Estados Unidos da América e Europa. Devido ao corte acentuado em tão curto período de vida da 3DS, os compradores que compraram a consola antes de 11 de Agosto, serão brindados com 20 jogos NES e GameBoy Advance, que poderão ser descarregados gratuitamente na eShop da 3DS.

Em Abril, a Nintendo declarou que teve uma redução nos lucros na ordem dos 66% relativos ao ano fiscal de 2010. São tempos conturbados para a gigante nipónica que está a necessitar de uma lufada de ar para respirar o folgo dos últimos anos.

Na vossa opinião, a Wii U vai conseguir levantar novamente a Nintendo? Será que a crise da consola portátil vai ditar o fim da hegemonia que a Nintendo mantinha no mercado das portáteis desde o lançamento do Gameboy em 80’s? Esta queda será aproveitada pela nova consola portátil da Sony, PS Vita, ou será inteiramente aproveitada pelos smartphones que dominaram por completo o mercado dos jogos portáteis?

Opiniões, posições e oposições –> Comments Section!!

Este artigo foi escrito por em 28 Jul, 2011, e está arquivado em Destaques, Notícias. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
4 comentários em “Nintendo corta 40% no preço da Nintendo 3DS”
  1. Penso que a Nintendo irá trazer outra característica secreta em que voltará a aumentar as suas vendas, tal como aconteceu na Wii, em que foi a primeira consola que apareceu com um comando de movimentos..

    Cumps..

  2. Desculpem lá a expressão, mas estes tipos são uns Xulos! Quando lhes convém baixam o preço e reduzem às margens, mas quando não é necessário exploram o cliente até ao limite! Se houvesse realmente concorrência entre as consolas, talvez todos ganhassem um pouco mais com isso. Cada marca “prende” o cliente com um estratagema qualquer e não com a oferta de um produto bom e acessível.

    Acho que a Nintendo teve uma lufada de ar com a Wii, mas parece-me que vai entrar num novo iato, ainda assim sempre bem suportada pelo mercado nipónico.

    • Ihih… Todas as empresas que estão no mercado para ganhar dinheiro (mais de 90% das empresas, certamente), querem sempre aproveitar alguma exploração do cliente. Caso não o façam… até que é possível de arguir que estão a ter uma má gestão… Mas passemos ao ponto seguinte. O mais surpreendente neste corte é que não é muito comum um corte tão elevado no preço de um equipamento com tão pouco tempo de vida no mercado. A consola até que nem tem um custo muito mais elevado que a sua irmã mais velha por isso, a Nintendo estava mesmo a explorar em demasia o cliente com esta consola. Contudo, os preços desse artigo não reflem custo de ID, markting, etc…

      A prisão que cada marca faz aos seus clientes é próprio do mercado… havendo várias consolas no mercado, é de esperar que cada consola apenas permita apenas jogar os jogos destinados a ela. Como a aquisição de uma consola, tirando uma maior abundância de dinheiro, cinge-nos à consola que adquiri-mos, estamos sujeitos às decisões dos produtores da mesma. Como esta medida prejudica muito os donos que adquiriram a consola no seu lançamento, lá decidiram compensar com 20 jogos… de consolas de 2 gerações ou mais para trás.

      Vamos esperar pela prestação da Wii U, mas se esta não tiver a mesma performance que a Wii… a Nintendo vai ter de pensar um bocado mais da próxima…

      Cumps

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: