« Novo serviço Vodafone Cloud para telemóvel, tablet e PC Motherboards ASUS série 9, perfeitas para a nova plataforma AMD AM3+ »
13/12/2011
Escrito por em Destaques | 1.953 Leituras

android closed

Queiramos quer não, o Android já conquistou milhões de utilizadores pelo mundo e um dos argumentos principais face ao concorrente mais directo, o iOS, era o facto de ser Open-Source. A Vision Mobile decidiu testar o grau de abertura dos diferentes projetos que se auto-intitulam de Open Source. A principal conclusão é que o Android arrecada a pior pontuação possível. Descubra o porquê aqui!

Golpes de marketing à parte, o conceito de Open-Source, assim como a sua abertura, não implica uma linha condutora específica para se receber o carimbo de Open-Source. A análise efectuada, abrangeu 8 candidatos Open-Source: Android, MeeGo, Symbian, WebKit, Mozilla, Eclipse, Qt e Linux.

Com a intenção de medir o grau de abertura, foi elaborado um índice com base em 4 pilares chave: Acesso, Desenvolvimento, Derivados (derivatives) e Comunidade. O Android é classificado como o mais fechado dos projetos abertos.

Começando com o código-fonte (source code) deste Sistema Operativo (SO), o droid verde perde pontos pela sua indisponibilidade totalmente gratuita ao público. Como projeto open-source, este deveria estar disponível para acesso por todos… gratuitamente. O relatório aponta que dos candidatos analisados, o Android é o único SO móvel a não estar disponível a todos os developers ao mesmo tempo e gratuitamente, apesar do seu código fonte estar disponível para download.

O segundo pilar salva o Android, com o WebKit e o Qt a ficarem com piores classificações. Este critério avalia a facilidade de identificar os contributos de cada developer no projeto. Os dois piores classificados, para além de não permitirem ver as contribuições individuais do projeto, também impossibilitam de ver o peso total do developer no projeto.

O terceiro pilar, derivados (Derivatives), mostra o controlo que as marcas impõe nos seus produtos. Aqui o Android caí como grande derrotado, devido à Google só permitir o acesso ao Android Market após a assinatura de um contrato comercial com a gigante das buscas. Neste campo, o Eclipse, Mozilla, Linux, Qt e WebKit obtêm melhores prestações, ao serem disponibilizados com as funcionalidades plenas dos mesmos sem qualquer entrave.

O quarto pilar, a comunidade, revela a gestão da comunidade. Os projectos Eclips e Mozilla são os projetos que oferecem direitos mais restritos.

A combinação destes factores, levou o Android a atingir um grau de abertura de 23%, ficando abaixo de todos os outros 7 projetos.

Fiquem com a infografia que a Vision Mobile disponibilizou:

VMInfo_OpenGov800

Será que este estudo mancha a imagem do Android no mercado? Estão tentados a mudar da prisão de Alcatraz para o mundo livre? Eu? Não!…

Opiniões, posições e oposições –> Comments Section!!

Este artigo foi escrito por em 13 Dez, 2011, e está arquivado em Destaques, Notícias. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
3 comentários em “Android, o projeto Open-Source de Alcatraz?”
  1. O código fonte do Android está disponível, ao contrário do que dizem no texto.

    • Boas,

      Creio que é um erro de interpretação. No texto refiro que o mesmo não está disponível para todos gratuitamente… o que é verdade. E refiro que não está disponível para todos ao mesmo tempo e gratuitamente. Mas ele está disponível. Apenas não o podes comercializar… vou alterar o texto para o caso se não haver dúvidas.

      Obrigado.

      Cumps ;)

    • Já actualizei.

      Penso que havia um equivoco da minha parte. Desculpa, não tinha reparado.

      Obrigado pelo alerta.

      Cumps

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: