« Primeira vulnerabilidade no Google Chrome Avira AntiVir Personal 8 8.1.0.367 »
03/09/2008
Escrito por em Análises | 7.614 Leituras

A compra dos manuais escolares pode ficar até 20 por cento mais barata se escolher a loja virtual na Internet, em que as maiores livrarias apostaram. Há sorteios e ainda se evitam as filas de espera.

http://advshm.homestead.com/files/a9_bb_livros_aberto_um_em_cima_do_outro_.jpg

 

 

O regresso às aulas acarreta para as famílias portuguesas com filhos em idade escolar, um verdadeiro rombo no orçamento.

Procurando atrair clientela, as livrarias online, como forma de atrair as atenções dos encarregados de atenção, estão a praticar descontos que podem chegar aos 20 por cento.

Além disso, as escolhas podem ser efectivadas a qualquer hora, sem o stresse das filas de espera. A encomenda será depois entregue no domicílio.

A Texto Editora foi uma das pioneiras neste serviço e o seu site anuncia descontos de 10 por cento em todos os manuais escolares.

Como vantagem adicional, está disponível o acesso online dos dicionários Universal.

O pagamento da encomenda pode ser ainda efectivado de diversas formas, desde o cartão de crédito até ao pagamento à cobrança no acto da entrega, passando pelo cartão de débito (Multibanco) e cheque.

A MediaBooks faz ofertas semelhantes e, neste caso, as encomendas de livros escolares são processadas no prazo médio de 10 a 12 dias úteis.

Também a Porto Editora, oferece um desconto de 10% nos manuais escolares e no caso de livros auxiliares, os preços praticados são 20 por cento mais baixos.

A editora está também a realizar uma campanha online para o sorteio de um IPod nano 2GB, a que o cliente fica automaticamente habilitado, desde que faça compras superiores a 30 euros.

Manuais escolares aumentam

O preço dos manuais para o ano lectivo de 2006/2007, voltou a subir relativamente ao ano anterior e, segundo dados do Ministério da Educação,citados pela Agências Financeira, os pais vão gastar mais de 500 milhões de euros em livros para os seus filhos.

Uma vez que há perto de 1,5 milhões de alunos inscritos no ensino básico e secundário, segundo a mesma fonte, cada família deverá assim suportar uma despesa média de 350 Euros.

Os custos são, no entanto, muito diferenciados de acordo com o grau de ensino. O ingresso na vida escolar é o mais “económico” e o máximo que se pode gastar em livros ronda os 40 euros.

No 2º ciclo do básico a factura aumenta para valores superiores a 280 euros entre livros escolares e auxiliares de actividades.

O 3º ciclo do ensino básico é o mais caro, com os manuais oficiais a atingirem os 250 euros e os restantes mais cerca de 280 euros.

No ensino secundário a factura baixa um pouco e nos últimos anos de escolaridade pode contar-se com um encargo que andará pelos 250 euros, incluindo manuais e livros auxiliares.

A estas despesas obrigatórias em livros, aliam-se outras relacionadas com pastas, mochilas, materiais de escrita e outros, uniformes de desporto, intrumentos de música, etc.

Este será porém, o último ano em que se terão de adquirir, no início das aulas, todos os livros novos. A questão da durabilidade dos manuais escolares vai alterar-se por via da lei recentemente aprovada e que aumenta o prazo de validade dos livros.

Fonte: Observatório do Algarve

Este artigo foi escrito por em 03 Set, 2008, e está arquivado em Análises, Dicas, Notícias. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
3 comentários em “Livros escolares mais baratos na Internet”
  1. maria das dores ferreira diz:

    gostaria de saber o preço do livro aquarela do saber do 3 ano da ed: brasil

  2. Paulo Martins diz:

    O barato sai caro…
    A compra de livros online está sujeita a muitas burlas e mais parece um negócio financeiro do que de venda de livros…
    Encomendamos os livros e pagamos… depois dizem-nos que estão esgotados… ficam-nos com o dinheiro semanas sem conta (na melhor das hipóteses).
    Ainda aguardo há 3 semanas a devolução de uma compra de dois livros da Livraria Escolar Editora, não me serve no entanto de consolo saber que não fui o único a ser bulado!

    Comprar online é mais barato?, “get real”…
    depois de tantas, já me deixei disso!

    Saudações

  3. joao renato diz:

    gostava de saber como posso encomendar os livros :roll:

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: