« Análise à impressora HP Photosmart 7510! F2, a última geração de servidores da Acer »
08/03/2012
Escrito por em Dicas | 3.037 Leituras

A Western Digital apresenta o WD TV Live – a caixa que vai mudar o seu televisor. Com capacidade de reprodução de praticamente qualquer tipo de formato de áudio, fotografia e vídeo (incluindo Full HD 1080p24), este leitor multimédia digital avançado traz uma nova dimensão ao seu televisor.

Possui uma extensa biblioteca de músicas, vídeos e fotos num computador ou num disco USB? O WD TV Live é o dispositivo ideal para reproduzir esses conteúdos com qualidade de alta definição e ligação digital a equipamentos Hi-Fi e ao televisor.

Com uma interface em português europeu extremamente fácil de operar, o WD TV Live permite a reprodução direta no televisor de vídeos de populares serviços como o YouTube, Vimeo e DailyMotion; reprodução de conteúdos a partir do Facebook; acesso a milhares de estações de rádio na Web através do serviço gratuito ShoutCast; e muitos outros serviços disponíveis gratuitamente e/ou por subscrição.

A facilidade de operação é ainda maior para quem possuir um iPhone ou smartphone Android, uma vez que a Western Digital disponibiliza as apps gratuitas WD TV Remote que permitem transformar estes dispositivos móveis em sofisticados e práticos controlos remotos.

O WD TV Live é também ideal para quem possui bibliotecas de conteúdos digitais em casa, incluindo filmes, músicas e fotos. O aparelho encontra rapidamente qualquer servidor de conteúdos na sua rede doméstica e reproduz também ficheiros de imagem, áudio e vídeo (incluindo suporte para legendas em português) com a ligação direta de um disco USB, como é o caso dos modelos das linhas Western Digital Passport e Live Book.

O WD TV Live tem capacidade de ligação em redes com ou sem fios (incluindo WiFi b/g/n). As duas portas USB – uma atrás e outra à frente – permitem o acesso a dois dispositivos de armazenamento ligados em simultâneo.

O suporte alargado a formatos de ficheiros inclui não só tudo o que estamos habituados (MP3, JPEG, DivX, etc.), como também formatos de áudio multicanal avançados, como é o caso do Dolby Digital TrueHD; áudio sem perdas de alta qualidade com o codec FLAC; vídeo Full HD incluindo 1080p24; listas de reprodução (playlists) nos formatos PLS, M3U e WPL; e ficheiros de legendagem (formatos SRT, ASS, SSA, SUB e SMI).

O WD Live TV está já à venda em Portugal e tem um preço aproximado de 119 euros.

Este artigo foi escrito por em 08 Mar, 2012, e está arquivado em Dicas, Hardware, Nacional, Notícias, Outras, Tecnologia. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
5 comentários em “WD TV Live, um turbo para o seu televisor”
  1. Mário. Sem malícia mas, eu até tenho estado atento a reviews da WD TV live e fiquei obviamente interessado neste artigo assim que foi lançado mas o título e as fotos são realmente da WD TV Live , no entanto o texto é referente apenas ao My Book Live, que na realidade é um outro produto da WD. Podes esclarecer por favor. Gracias

    • Henrique, é graças a leitores atentos como tu que só temos a ganhar. Antes de tudo o meu GRANDE OBRIGADO pelo reparo, pois ao elaborar o artigo acabei por misturar artigos, neste caso toda a informação que já tinha sido publica, por sinal há bastante tempo. Neste momento já está o artigo com TODA A INFORMAÇÃO correcta. Uma vez mais, obrigado Henrique!

  2. Dúvida. Em relação a fotos formato JPEG lembro-me de ter lido num forum/review que era pena não conseguir ler JPEG de resoluções mais altas das máquinas fotográficas actuais
    No site do fabricante é referido “Apenas formatos comprimidos RGB JPEG e JPED progressivo com até 2048×2048.
    Apenas arquivos TIFF de camadas únicas.
    Apenas BMP descomprimido. …”
    e posto isto fico na dúvida ! Apenas até 4 MPx !?! Será ?!

  3. Henrique, receio bem que o forum ou review que tenhas lido tenha razão, tudo o que for acima desse valor não é lido. No entanto julgo ser algum bug do próprio software deles, pois nos dias que correm isso não tem qualquer sentido. De todas as formas vou tentar saber junto da própria marca e, caso respondam, deixarei por aqui o comentário. :wink:

    • Concordo plenamente. Apesar de não ser uma feature de maior relevo para uma box vocacionada para steaming de AV nos dias de hoje é incompreensível que não possa da mesma forma visualizar as fotografias JPEG com a resolução original que foram tirados num ecrân fullHD. Um outro aspecto é o controlo de volume que segundo consta também não faz parte deste sistema. Podes também confirmar. Thanks e parabéns pela apresentação.

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: