« Hamster Free Zip Archiver, torne a compressão e extracção de ficheiros mais atractiva! A chegada dos novos iPads tem um ligeiro atraso! »
12/03/2012
Escrito por em Destaques | 2.882 Leituras

Google-Yahoo-Bing

Os últimos tempos foram interessantes para o Google… refiro-me ao Google na sua versão mais clássica, a de motor de busca mais utilizado no mundo. A impopularidade gerada com a agregação de todos os serviços sob apenas uma redação de termos de condições fez agitar as águas e, não fosse o Google o motor mais utilizado no mundo, as críticas nem sempre foram favoráveis à empresa Norte-Americana. É por isso que os resultados acerca da quota de mercado de Fevereiro, no que toca a motores de busca, é tão interessante. Será que após tudo isto, vamos começar a ver o declínio do Google? Conheça os números, do mercado dos Estados Unidos da América, aqui.

Quando se é líder em qualquer indústria, os olhos estão sempre postos em cima do líder, o que faz com que relatórios extensos sobre os seus movimentos e as suas implicações seja prática diária.

Nos últimos tempos, o Google teve a ousadia (?) de acrescentar o convite à sua rede social Google+ na própria interface do seu motor de busca:

google-plus-you

A acrescentar a este facto, teve ainda a remoçar da barra superior com alguns dos seus serviços, trocando pelo género de gaveta no seu motor de busca.

google-plus-update-new-bar2_thumb

A sua recepção não foi a mais calorosa, pelo que a Google deu um tiro no pé com um sorriso e voltou, recentemente, a colocar a barra superior com alguns dos serviços mais utilizados. Apesar de tudo, não é que os seus utilizadores se possam queixar que a Google não dá ouvidos aos seus seguidores, certo?

Porém, o que aumentou consideravelmente o número de palavras escritas acerca desta empresa foi a sua alteração de política de termos de condições! O continuo aumento do número de serviços que a Google oferecia e oferece, estava a tornar as questões legais um tanto confusa, devido a cada serviços ter a sua própria redação dos termos de condições. Não fosse a Google perita em simplificar o complicado, levou esta questão como grande limitação e redigiu um único texto de termos de condições onde alberga a maior parte dos seus serviços.

Com o crescente esforço da Microsoft em fazer valer o seu Bing, como é que o Google se portou no campo dos motores de busca? Como poderia ser expectável, a empresa de buscas esteve à altura do mercado e, não só, manteve o seu lugar de pódio, como conseguiu aumentar a sua quota em 0,2%. o número não impressiona… mas tendo em conta o contexto em que está inserido, é notório que a Google está ainda com excelente credibilidade juntos dos utilizadores e os seus resultados continuam a agradar, mesmo após as alterações implementadas:

comscore-releases-february-2012-u-s-search-engine-rankings-comscore-inc

O motor Bing da Microsoft apresenta-se como o único concorrente a ter uma variação positiva face à sua quota de mercado de Janeiro para Fevereiro de 2012, consolidando o seu segundo lugar, mas ainda a léguas do primeiro lugar.

Outrora rei das buscas e pesquisas, a Yahoo! encontra-se em processo de declínio acentuado, com uma derrapagem abaixo dos 14%, agora nos 13,8%.

Apesar destes serem ainda os 3 motores de busca mais utilizados, com um total de 95,5% do total de pesquisas no mercado norte-americano, o Google ainda está com uma quota confortavelmente acima dos 65% sem indícios de querer deixar o seu lugar em mãos alheias.

O crescimento do Bing da Microsoft é ainda bastante comedido, mas evidencia o esforço que a gigante informática tem investido neste serviço de forma a garantir uma alternativa credível ao serviço da Google.

Quanto a mim, continuo bastante fiel ao Google. Não considero que a agregação dos termos de condições em um único texto seja um mau presságio e a constante inovação e atualização que a Google continua a evidenciar no(s) seu(s) serviço(s) é algo a ter em conta.

E vocês? As vozes da discórdia ao Google foi algo que vos passou ao lado?

Opiniões, posições e oposições –> Comments Section!!

Este artigo foi escrito por em 12 Mar, 2012, e está arquivado em Destaques, Notícias. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
2 comentários em “Google, o motor de busca mais utilizado em Fevereiro?”
  1. Concordo perfeitamente contigo… A google está sempre a procura de processos para agradar o cliente, inovando em imagem e nos produtos….
    Se achar que algo não está com as potencialidades que poderia ter, ou constroi um melhor de raiz, ou compra a empresa e modifica-a… por isso ela está sempre atenta e com resultados bastantes “longinquos” dos seus concorrentes (Em termos de motor de busca claro)

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: