« Suspeitas de golpe de estado levam a encerramento de websites! HP renova linha de Workstations Z »

A SatCab acaba de realizar os primeiros testes de sempre em Portugal com um sistema de transmissão de vídeo (broadcast contribution) utilizando a tecnologia LTE da rede 4G. Utilizando um modem 4G fornecido por um dos operadores portugueses de telecomunicações, a SatCab realizou amplos testes na região de Lisboa com o sistema móvel de contribuição digital IBIS DMNG (Digital Mobile News Gathering), através da rede 4G.

Os testes demonstraram as potencialidades e a flexibilidade do sistema, bastando para tal ligar os modems à unidade móvel de transmissão de vídeo e, em áreas com cobertura LTE, foram obtidas velocidades de uplink da ordem dos 6Mbps, com apenas um modem 4G.

Isto é tanto mais significativo quanto, até agora, era difícil de obter elevadas velocidades de transmissão de vídeo mesmo utilizando sistemas equipados com conjuntos de quatro ou mais modems 3G. As vantagens da tecnologia LTE, utilizada pelos operadores de redes 4G em Portugal, não se limitam à disponibilidade de velocidades de transmissão mais elevadas. Outros parâmetros técnicos relevantes para a transmissão de vídeo em tempo real – capacidade, eficiência do espectro e latência, por exemplo – são muitíssimo superiores nestas redes de nova geração quando comparados com o que era até agora possível em 3G.

Do ponto de vista técnico, também o suporte para QoS (Quality of Service) nas redes 4G irá ser determinante, ao permitir definitivamente a utilização das redes móveis para a chamada “contribuição de vídeo” profissional.

O sistema AVIWest
A SatCab usou nestes testes o novo equipamento da sua representada AVIWest, a qual criou o primeiro video uplink de pequeno formato do mundo capaz de suportar a transmissão de vídeo em tempo real sem fios, utilizando apenas modems convencionais para redes móveis.

Desenvolvido a pensar na utilização de canais de televisão locais, nacionais, internacionais, operadores de serviços de vídeo ou agências noticiosas, este sistema revolucionário é a ferramenta perfeita para produzir conteúdos de vídeo a partir de locais remotos de forma muito mais flexível e económica do que com uplinks via satélite – a solução mais comum usada até agora.

O seu pequeno tamanho, flexibilidade e completa autonomia tornam-no no sistema ideal para cobrir eventos noticiosos, conduzir entrevistas em direto a partir de qualquer local ou produzir qualquer tipo de espetáculo ao vivo.
O sistema é composto por dois módulos, o IBIS DMNG (transmissor de vídeo móvel) e o IBIS Studio (recetor de vídeo e plataforma de descodificação), que juntos oferecem aos jornalistas ou operadores de câmara no terreno a capacidade de transmitir vídeo de alta qualidade e em tempo real para a sua estação de televisão.

O módulo transmissor de vídeo móvel vem já equipado com todas as interfaces necessárias para que possa ser usado em conjunto com câmaras de vídeo profissionais, mas também com câmaras de consumo (desde que estas estejam equipadas com saídas de vídeo e áudio), abrindo assim os cenários de utilização para pequenos canais de TV e produtores de vídeo independentes.

A pensar numa utilização iminentemente nómada, o sistema é vendido com uma mala que o protege contra choques, pó e chuva durante a utilização e/ou transporte, além de servir igualmente para ligação e fixação lateral dos modems 4G.

Este artigo foi escrito por em 02 Abr, 2012, e está arquivado em Destaques, Nacional, Notícias, Tecnologia. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: