« Desenvolvido um papel de parede que bloqueia sinais de Wi-fi! PeaZip, um completo compressor de ficheiros! »
10/05/2012
Escrito por em Notícias | 1.407 Leituras

FCCN-Logo-01-600x300

Depois de ter terminado a limitação que o registo de domínios .pt possuíam, isto é, apenas as empresas podiam registar um domínio .pt, os registo destes mesmos domínios disparam, chegando mesmo a bater recordes.

A empresa de Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), divulgou um total de 28.984 novos domínios .pt, registados  no período de uma semana, ou seja na primeira semana em que entrou em vigor a liberalização, em que qualquer pessoa ou empresa pode registar um domínio .pt sem necessitar de ter uma marca registada.

Segundo o Presidente da FCCN, Pedro Veiga ” No dia 1 de maio registámos 18.220 novos domínios, valores acima do que prevíamos e que, mais uma vez, revelam o interesse e pertinência desta medida. A partir de agora, estamos alinhados com os padrões internacionais ao nível do registo de domínios, quer no campo dos ccTLD’s como também ao nível dos gTLD’s. Neste momento em que o ICANN abriu portas ao registo de novos domínios genéricos, os ccTLD’s têm de se manter competitivos e, se possível, assumir o seu papel de ex libris em cada um dos países a que correspondam. Nessa linha, e a título de exemplo, faz todo o sentido que uma empresa portuguesa tenha o seu domínio sob .pt”.

Recorde-se que esta liberalização não significa anarquia no processo de registo, mantendo-se diversas regras que visam garantir a boa gestão do espaço Internet nacional no respeito pelos direitos em presença, assim ficam excluídas as palavras ou expressões abusivas e contrárias à lei, ordem pública e bons costumes. Além disso, nomes de âmbito geográfico e palavras ou expressões que possam induzir em erro, não são também permitidas com a liberalização do registo de domínios .pt.

O Presidente da Fundação acrescenta ainda que “No âmbito da liberalização, estamos também a acompanhar todas as situações que possam suscitar registos impróprios, como nomes que se possam confundir ou induzir as pessoas em erro. Acreditamos que, embora em número menor, vamos continuar a assistir a um elevado registo de domínios .PT nas próximas semanas”.

Este artigo foi escrito por em 10 Mai, 2012, e está arquivado em Notícias, Websites. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: