« Facebook compra a empresa Face.com! Evernote, lembre-se sempre de tudo! »
19/06/2012
Escrito por em Notícias | 1.637 Leituras

ibm-super-computador

A liderança do top 500 dos supercomputador mais poderosos do mundo volta a pertencer à América. É uma maquina IBM que está destinada para a autoridade de controlo e investigação da energia nuclear dos Estados Unidos.

Com o nome Sequoia, o supercomputador foi construído pela IBM e pertence à National Nuclear Security Administration (NNSA) dos Estados Unidos.

Este supercomputador é capaz de atingir uma capacidade de processamento de 16324,75 Teralop/s. Cada Teraflop/s representa um bilião de operações de vírgula flutuante por segundo. A diferença para o segundo lugar e anterior líder, o japonês K, é substancial, já que a máquina do centro de investigação RIKEN tem um registo de 10510 Teraflop/s.

O novo supercomputador mais rápido do mundo é constituído por 1572864 núcleos de processamento IBM Power BQC a 1,60 GHz (arquitetura BlueGene/Q). O novo recorde de processamento foi obtido graças a uma atualização extensa do hardware, já que o Sequoia já tinha conseguido um 17º lugar em 2011, quando ainda “só” tinha 65536 núcleos de processamento.

A potência elétrica requisitada por este supercomputador é de 7890 kW, um valor aparentemente gigantesco, mas que até parece baixo quando comparado com os 12659,9 kW requisitados pela máquina japonesa que ocupa o segundo lugar da lista.

A IBM conseguiu ainda colocar um supercomputador no terceiro lugar com uma máquina equipada com a mesma tecnologia e também instalada num laboratório controlado pelo governo norte-americano.

O quarto lugar pertence ao supercomputador mais rápido da Europa, o alemão Leibniz Rechenzentrum equipado com processadores Intel Xeon E5 (oito núcleos a 2,7 GHz).

O top 5 é fechado pela máquina chinesa Tianhe-1A, que já tinha conseguido o primeiro lugar em 2010, constituído por processadores Intel Xeon e Nvidia Tesla.

Este artigo foi escrito por em 19 Jun, 2012, e está arquivado em Notícias, Tecnologia. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: