« Proteja as suas Pen Drives contra possíveis ameaças 25% das vendas iTunes chegam dos USA »

De “pequenos pormenores são as grandes coisas feitas”, já dizia alguém. E também com o recente lançamento do Ubuntu 10.04 Lucid Lynx, esta velha máxima é aplicável. Não vou mencionar as novas funcionalidades que todos devem já conhecer – acesso às redes sociais, novos drivers, novos temas, software actualizado – limitar-me-ei apenas a enumerar meros pormenores, detalhes insignificantes, que na minha humilde opinião fazem o 10.04 Lucid Lynx um SO fantástico.

Ubuntu One Music Store

Aceda a música directamente do seu ambiente de trabalho. Compre música directamente do seu ambiente de trabalho. Compre uma vez, sincronize com todos os seus computadores através do Ubuntu One.

No Ubuntu 10.04, directamente a partir do Rhythmbox, tem acesso ao catálogo de milhões de músicas da 7Digital, em formato mp3 de alta qualidade, e pode até mesmo ouvir excertos de 30s de cada uma delas sem sair do seu ambiente de trabalho. Paypal ou cartão de crédito, uma compra e fica com a música disponível no Ubuntu One para guardar em todos os seus computadores. Pena que, por esta altura, ainda sofra de algumas limitações regionais e nem toda a música esteja disponível para nós, utilizadores portugueses. Mais informações @ Ubuntu One Music Store

Partilhar ficheiros directamente a partir do Ubuntu One

O Ubuntu One ganha cada vez mais importância no ambiente de trabalho. Na versão que acompanha o Lucid Lynx, é possível sincronizar com a Internet e com outros computadores qualquer pasta do nosso directório pessoal, partilhar pastas com outras pessoas directamente a partir do gestor de ficheiros (apenas indicando o respectivo email) e mesmo partilhar ficheiros, de modo público, em 2 cliques.

Sincronizar a Pasta > Copiar um ficheiro para a pasta > Escolher a opção Publicar via Ubuntu One no menu do ficheiro > Escolher Copiar URL público do Ubuntu One > Colar numa conversa ou enviar directamente para o Twitter/Facebook. Partilha de ficheiros na nuvem simplificada ao máximo. Quase que me faz esquecer o Dropbox.

Sincronizar os seus contactos entre clientes de email, a web e o seu próprio telemóvel

Estou mesmo a gostar da direcção que este Ubuntu One está a tomar. Desde o Karmic Koala, era possível sincronizar os contactos do Evolution (e mais recentemente do Thunderbird), cliente de email pré-instalado no Ubuntu, com a interface web do Ubuntu One, para poder aceder, editar e adicionar contactos onde quer que estivesses e tê-los no seu desktop. A partir de agora, passa a ser possível agregar identidades e contactos na interface web, e, ainda mais importante, sincronizar contactos com o nosso telemóvel através do serviço Funambol.

Basta aceder a one.ubuntu.com/phones, seleccionar o modelo do seu telemóvel (são suportados milhares de telemóveis, literalmente), seguir as instruções que estarão visíveis numa página semelhante à esta em cima e apreciar o processo de sincronização. Ah, o doce odor da consistência entre web, desktop e móvel. :-D. Se é dono especificamente de um iPhone, é neceessário que faça o download e instalação da aplicação especialmente criada para o efeito.

Pena que este serviço seja apenas gratuito para 30 dias a contar da primeira sincronização, depois disso para manter a sua lista de contactos actualizada terá que fazer upgrade para o plano pago do Ubuntu One, que por 10 dólares/mês lhe dá acesso a este serviço e a 50 GB na “nuvem”.

Google Chrome facilmente instalável

Se no Karmic Koala já era simples instalar o browser da Google, e se a sua preferência recai sobre o Chrome, vai ficar agradavelmente surpreendido em saber que pode instalá-lo ainda mais facilmente no Lucid Lynx. Em dois cliques.

Basta abrir o Centro de Software (Aplicações » Centro de Software Ubuntu) e pesquisar por Chromium.

Um clique, e está instalado. Simples!

Menos jogos, melhores jogos

A lista de jogos pré-instalados também foi renovado. Em vez dos habituais 14 ou 15, temos apenas 6, na medida do possível bons, jogos – gbrainy, Mahjongg, Minas, Quadrapassel, Solitário AisleRiot e Sudoku. Destaco o gbrauny, um jogo de destreza mental, bastante dinâmico por sinal, que certamente o vai viciar um pouco. Falando pessoalmente, adoro este tipo de jogos. São desafiantes. E quem recusa um desafio?

Ícones do painel dinâmicos

Adoro esta, pela forma como está subtilmente implementada. Sempre que, por exemplo, o seu volume estiver silenciado, e uma aplicação estiver a emitir som, o ícone do volume no painel tornar-se-á vermelho e não perderá assim qualquer eventual interessante som.

O mesmo acontece com o ícone da sessão quando é necessário reiniciar o computador devido a actualizações. Se clicar no ícone, até mesmo o local onde estaria o Reinicar é substituído por um É necessário reiniciar. Subtil, não incomodativo e elegante.

O envelope finalmente tem um uso prático!

Lembram-se daquele envelope que costumava marcar presença no painel do Karmic? Com a chegada do Lucid, ganha uma renovada importância, já que agrega todas as aplicações relacionadas com comunicação e redes sociais. Finalmente temos uma elegante indicação de quais as aplicações a correr, e quase tenhamos novas replies no Twitter ou novas mensagens instantâneas, o ícone torna-se verde.

Mais uma vez, a intelegência e subtileza dos ícones dinâmicos no painel.

Novos fundos do ambiente de trabalho

Desde o Ubuntu Karmic que tem vindo a reunir-se um grupo, no Flickr com fotografias propostas pela comunidade para inclusão no ambiente de trabalho do Ubuntu. Para o Karmic foram seleccionadas algumas fotografias, mas sinceramente a escolha foi muito, muito má (Vans lembram alguma coisa a alguém?). Para o Lucid, de entre as mais de 2000 submissões, foi escolhido um leque de fotografias, de inspirações naturais e abstractas, de qualidade bastante superior:

Imagens que revelam excelente sentido estético, fotográfico e bastantes competências técnicas. E porque a primeira impressão conta, é sempre bom ter um tão fantástico leque de ambientes de trabalho disponível para o utilizador a partir do primeiro momento.

Nautilus, estarei eu a ver a dobrar?

O Nautilus, gestor de ficheiros que acompanha o Ubuntu, tem também uma útil novidade. Depois de ser um dos únicos gestores de ficheiros que conheço com separadores, agora é possível usá-lo em dual-pane, ou seja, quase como correr duas instâncias na mesma janela

Ideal para copiar ficheiros entre pastas e discos rígidos. Acessível através do F3 ou Ver » Painel Extra. Na screenshot, estou a usar o Nautilus-Elementary, uma modificação do Nautilus que o torna mais elegante, funcional, simples e poderoso.

Uma instalação informativamente apetecível

Desde o Ubuntu Karmic, que, aquando da instalação, o utilizador era presenteado com uma apresentação de diapositivos com as novas funcionalides do seu novo sistema operativo e uma pequena introdução geral. Para o Lucid, essa apresentação foi refinada, é agora mais consistente com o novo tema, e mais completa, abordando quase todos os pontos “críticos” do Ubuntu para um novo utilizador.

(obviamente, isto é só um preview do instalador – o verdadeiro instalador não faz que instala, instala mesmo ;-))

As apresentações para a instalação do Kubuntu e do Xubuntu foram também actualizadas. Pena mesmo, é que as instalações demorem meros minutos ;) (e posso confirmar isso, a instalação está definitivamente mais rápida!)

Salvar o Lince Ibérico a partir do Ubuntu

Esta interessa-nos particularmente a nós, habitantes da Península Ibérica. O Lince Ibércio (de Ubuntu Lucid Lynx), apesar de ser o “patrono” desta versão do Ubuntu, é uma espécie actualmente em vias de extinção. Em Portugal existem apenas alguns espécimes em cativeiro, e recentemente morreram as únicas crias que existiam no país. Portanto, estima-se que, em toda a Península Ibérica, existam menos de 150 linces, ou seja, estão no limiar da sua extinção.

Numa parceria com a SOSLynx, a Canonical irá doar 50 % dos seus lucros obtidos na Ubuntu One Music Store (até um máximo de 1004 dólares) para a organização que se dedica à preservação da espécie. Porque nem só de software e código se faz este mundo.

E aqui ficam, 10 pequenos, mínimos, detalhes que podem muito bem fazer a diferença na escolha de um sistema operativo.

Caso queiram um completo guia para configurarem o Ubuntu, aqui fica um assinado por um membro da comunidade Ubuntu, com instruções simples e fáceis de seguir, mesmo que em Inglês. No entanto, ao longo dos próximos meses, também nós aqui no KeroDicas iremos explorar todo um leque de aplicações, truques e dicas para o seu novo sistema operativo. :-D

Stay tuned!

Este artigo foi escrito por em 02 Mai, 2010, e está arquivado em Novidades, Software. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
22 comentários em “10 detalhes que o vão fazer, no mínimo, adorar o Ubuntu 10.04 Lucid Lynx”
  1. Isabel Mendes diz:

    Parabéns pelo artigo. Tão bom que dá vontade de instalar imediatamente!!!!!!!!

  2. BebezucaBR diz:

    E alguém consegue mencionar os requisitos mínimos a nível de hardware para instalar este sistema operativo? Grato pelas vossas dicas!

    • Daqui:

      Ubuntu is available for PC, 64-Bit PC and Intel-based Mac architectures. At least 256 MB of RAM is required to run the alternate install CD (384MB of RAM is required to use the live CD based installer). Install requires at least 4 GB of disk space.

      384 MB de RAM e no mínimo 4 GB de espaço livres em disco.
      Se quiseres algo mais leve e ainda assim baseado no Ubuntu, tens, por exemplo, o ainda não oficial Lubuntu ou o Crunchbag Linux.

  3. Guilherme de Sousa diz:

    excelente artigo, parabens

  4. Diogo I. diz:

    Parabéns pelos vários artigos sobre Ubuntu, Daniel Rodrigues. Uma verdadeira pérola para aprender.

  5. Instalei no outro dia apos o seu lançamento, gostei bastante, o meu modem 3G conectou bem se ter que ejetar a função pen drive, coisa que nas versões 9x teria que fazer isso senão não conetctava a internet. Um detalhe que não gostei foi, o repositórios Ubuntu Perfeito não funciona no Lucid. Agora não sei como por todos aqueles efeitos de chama por exemplo, que tinha na minha versão anterior.
    No mais é muito boa a 10.04.

  6. Já tinha feito esta pergunta num artigo anterior mas ninguém me respondeu por isso volto a repetir:

    “Tenho a versão anterior e gostaria de saber se actualizar para esta versão é a mesma coisa que efectuar uma instalação limpa!

    Ou seja, se fico sem algumas novidades instaladas…

    Já agora, os meus ficheiros e programas mantém-se ou são apagados?

    Obrigado e cumps…”


  7. Téuzat:

    Nop, mas ficas com os teus ficheiros e programas

  8. E possivel alguem me dizer se é possivel instalar a STEAM neste SO?

  9. “Sincronizar os seus contactos entre clientes de email, a web e o seu próprio telemóvel” cool!

    Não fosse o mesmo n detectar a minha placa wireless e seria uma boa aposta :\

  10. Lycanthrope diz:

    Era só para dizer duas coisas: primeiro, os parabéns pelo artigo! Boa cobertura!

    2º um minimo de 4Gb de disco para o Ubuntu quando o W7 pede 16-20 Gb para oferecer “quase” o mesmo… dá que pensar: o que é que a MS anda a fazer? :S lol

    Cumps

    • Qd tenho um disco de 500Gb n me importo q o SO ocupe +16Gb mas detecte todo o meu hardware. Em vez de ficar com 496Gb vou ficar c 480Gb….

      (n irei falar dos arredondamentos)

      • Lycanthrope diz:

        Com certeza… eu tenho um disco de 400 com o W7 64… mas mesmo assim acho interessante as disparidades dos dois SOs. Não digo que o Ubuntu seja mais user-friendly que o W7, penso que ainda é o contrário… Contudo, gosto da evolução que o Ubuntu está a ter. E acho as disparidades “interessantes” :)

        Cumps

  11. Eu instalei o Ubuntu através do Wubi. O meu portátil tem 2 baterias, uma de 6 células e outra de 9. Mas agora que instalei o ubuntu a minha bateria de 9 células gasta-se em 20 minutos enquanto a outra dura-me 1h, k é o tempo normal… a alguém aconteceu o mesmo?

  12. wilson - Brasil diz:

    o Ubuntu 10.04 parece ser bonito. Pena q não consegui instalar no VirtualBox, não reconhece teclado e nem mouse.

    obrigado a todos.

    • Lycanthrope diz:

      Wilson, já tentaste com o VMware? Pessoalmente acho bastante melhor que o VirtualBox… até tem instalador automático do SO caso detecte a versão e o SO correcto. Tenta com esse que não deves ter prob… a mim não dá, mas nunca tentei na virtual box que já a deixei há algum tempo.
      Cumps

  13. VMWare 3 Player :)

    Tenho o Ubuntu 9.10 e o 10.04 instalados.

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: