Artigos com a tag linux mint

As interfaces de controlo dos Sistemas Operativos têm evoluído bastante ao longo dos tempos. Desde a rudimentar edição de ficheiros, restart de serviços e aplicações, até aos Painéis de Controlo actuais, muito evolução existiu e hoje é relativamente simples termos acesso às opções de configuração do nosso sistema operativo. Tanto Windows como Mac têm interfaces de controlo bastante sofisticadas, nomeadamente o Painel de Controlo e as Preferências do Sistema, mas no entanto, o GNOME, ambiente de trabalho que acompanha Ubuntu, Linux Mint, etc.., ainda se limita a menus intermináveis e opções de configuração isoladas. Apresento-vos então o Centro de Controlo do GNOME.

Muitas vezes os sistemas operativos trazem consigo funcionalidades verdadeiramente fantásticas e úteis ou desactivadas por omissão, ou escondidas no registo/linha de comandos, ou simplesmente não descobertas devido à falta de curiosidade do utilizador. O Totem, reprodutor de vídeo que acompanha o Ubuntu, o Fedora, o Linux Mint (e qualquer sistema com o GNOME), tem também uma interessante funcionalidade dissimulada. Falo do download de legendas, em qualquer linguagem possível ou imaginável, do OpenSubtitles.

O Nautilus é o gestor de ficheiros que tem acompanhado o Ubuntu e o próprio projecto GNOME há já vários anos. Apesar de o considerar um gestor de ficheiros extremamente capaz, completo e extensível, padece de alguns problemas. Um desses problemas é a própria interface. Ao longo dos anos, tem-se tornado cada vez mais confusa, e com cada vez mais elementos redundantes a preenche-la. Tornou-se, e o termo técnico é este, bloaty. Mas felizmente esta opinião é global e alguém decidiu fazer algumas leves modificações ao Nautilus:

20/12/2009
Escrito por em Dicas, Programas | LIDO 52 vezes

screenshot_064

O Cheese é uma aplicação para Linux, ao estilo do PhotoBooth para Mac, que lhe permite tirar verdadeiramente partido da sua webcam. Efeitos, vídeo, fotos de “rajada”, o Cheese, mesmo que não tenha qualquer uso prático e não seja nada de essencial, promete alguns momentos de divertimento e responder ao porquê de ter pago uns euros a mais pela sua webcam.