« Sabe quais são as passwords mais inseguras? Android está presente em 22% dos tablets »
24/02/2011
Escrito por em Dicas | 2.722 Leituras

Aguentem a ressaca, aguentem as tonturas, já podem subir as persianas que o Sol já não vos vai ferir os olhos – Coffee Break, faça uma pausa de 10 segundos anda por aí à solta! A dica de esta semana prende-se com o infame Google Chrome. Gostem ou não, é bom! Contudo… Façam o vosso merecido Coffee Break.

O google chrome, desde que chegou à net, marcou pela diferença em termos visuais e de rapidez. A clarividência da necessidade de uma arrumação na interface superior dos browsers tinha sido, até à altura do seu lançamento, algo que tinha passado ao lado dos criadores dos diferentes browsers. Estas marcas distintas fizeram com que este ganhasse uma boa taxa de adesão à investida da Google neste segmento de mercado. Lançado em 2008, com a versão estável 1.x, encontra-se correntemente na versão estável 9.x com a versão 10.x à porta.

Depois desta breve introdução histórica, o “problema”. Na versão 8.x O google, decidiu inovar novamente com o seu browser e assim incluiu, nativamente, a visualização de pdfs “in-browser” sem a necessidade de software externos. Apesar da intenção seja a de uma maior velocidade e estabilidade do Chrome este ainda não permite uma correcta interface do utilizador com o ficheiro pdf, nomeadamente ao nível de gravação do mesmo em pdf e da simples visualização do número de páginas.

Acontece aquando da visualização de pdfs embutidos em páginas web. Mesmo que cliquemos com o botão direito do rato sobre a página de pdf, o Chrome vai perguntar se queremos guardar em html, sem qualquer opção para guardar em pdf:

O que fazer? Nada mais que uns simples cliques. Cliquem em Chave de Ferramentas –> Opções:

Depois dirijam-se à aba “Nos bastidores” e cliquem em “Definições de conteúdo…”

No novo quadro, seleccionem “plug-in” em funcionalidades e neste grupo cliquem em “Desactivar plug-ins individuais…” Ou simplesmente escrevam “about:plugins” (sem aspas) na barra de endereço do google chrome (aka omnibar) – dica cedida por Pedro Lopes

No quadro seguinte procurem “Chrome PDF Viewer” e desactivem-no com um clique do rato. Depois, convém confirmar se o plug-in do adobe reader está ligado ou não. Caso não esteja, activem-no.

E pronto, já tudo será como antes, com o Adobe Reader a vir ao de cima!

Nota: o tutorial foi preparado com a versão pt-pt do chrome, pelo que não é garantido que as expressões do chrome pt-br sejam semelhantes. Contudo, o procedimento deve ser 100% idêntico.

Opiniões, posições e oposições –> Comments Section!!

Este artigo foi escrito por em 24 Fev, 2011, e está arquivado em Dicas, Internet. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
2 comentários em “Coffee Break, faça uma pausa de 10 segundos”
  1. Ummmm… acho que este cofee break foi mais para ti, cá para mim estavas a precisar de descontrair, jejeje.

    Só te faltou dizer que é possível aceder aos plug-ins directamente através da omnibar, basta escrever na barra de endereços o seguinte:

    about:plugins

    Podem ler no seguinte endereço o que pode ser acedido através do comando about :

    http://googlesystem.blogspot.com/2008/09/google-chromes-about-pages.html

    Abraço. :)

    P.S. : Já sei que estás ocupado escusas de responder a este comentário. ;)

    • Obrigado,

      Já procedi à devida actualização no post. De facto, não costumo utilizar muito os comandos da omnibar, etc… a intenção dos tutoriais no coffee break é de mostrar o lado mais intuitivo dos programas/softwares. É como explicar algo do Ubuntu, poderia-se fazer tudo pela consola, mas ao explicar unicamente por aí, poderia afastar algumas pessoas que não gostem de estar a escrever comandos para ter as acções efectuadas, preferindo ir pelos cliques. Claro que isto não põe em causa a tua dica, porque é sempre outro método e bastante simples.

      Eu não estou só a precisar de um coffee break… tou a precisar de UNS coffee breaks e também de coffees lol.

      Cumps

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: