« NDrive chega ao Symbian, iPhone e Android futuramente Avi2Dvd 0.5 »
06/05/2009
Escrito por em Notícias | 2.704 Leituras

O site Mininova, um dos maiores trackers de ficheiros torrents do mundo, desenvolveu um sistema automático que permite detectar rapidamente torrents que conduzam a material que viola os direitos de autor. A novidade é destinada a “facilitar a troca de ficheiros legais e tornar mais fácil o trabalho de remoção de conteúdos por parte dos proprietários dos direitos de autor”.

Estas medidas foram implementadas dias antes de o tracker ir responder a tribunal.

O Co-Fundador do Mininova Niek disse ao site TorrentFreakque o sistema será testados durante 12 semanas com apenas alguns “títulos”. Com este julgamento, o tracker Mininova irá colaborar com uma associação que representa vários conteúdos protegidos com direitos proprietários de TV/Filmes, na qual não foi revelado (possivelmente a MPA(A)).

Fonte: TorrentFreak

Este artigo foi escrito por em 06 Mai, 2009, e está arquivado em Notícias, Websites. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
15 comentários em “Mininova começa a eliminar torrents ilegais”
  1. Samuel Gomes diz:

    Tão todos com medo agora :/

  2. Isto vai de mal a pior.

  3. Os binários vão ser o futuro!

    • k programas usam binários?

    • Se estás a falar de clientes de News tipo GrabIt, não me parece. Por agora, apesar de já terem sofrido algumas ameaças, penso que os filehosters do tipo Rapidshare.com, MegaUpload.com, etc irão continuar a prevalecer, pois é um meio cujo controlo da legitimidade da informação partilhada é tarefa complicada dada a enorme quantidade de ficheiros que são carregados diariamente para os servidores. Fazer o controlo de cada ficheiro individual é totalmente inviável.

  4. Lycanthrope diz:

    er…. os binários?? o que é isso? cumps

  5. Mas esta medida pode até ser positiva: desta forma eles eliminam as "possíveis provas" as associações de defesa dos direitos de autor querem.

  6. KeroDownload.com ao poder! LOLOLOLOLLOLOLOLOLOLOL

  7. José Gomes diz:

    TPB é que tem tomates pra continuar =P

  8. oh… pode-se começar é a meter nomes diferentes….
    tipo o windows xp em formato iso… mete-se ubuntu… e já ninguém sabe k é ilegal… ou vão ver ficheiro a ficheiro?

  9. :) depois era um bocado complicado saber o que querias

  10. Portugal a sacar diz:

    Isto é suicídio… Se apagarem os torrents ilegais na sua maioria lá se vão as receitas da publicidada que ganhavam com o enorme número de visitas…

  11. O Pirate Bay comeu e os outros estão com medo. Também estaria no lugar deles :p

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: