« RUMOR: upgrade gratuito do Office 2007 ao Office 2010 Super Blog Awards, votações já estão activas! Vai um voto? Obrigado! »
04/03/2010
Escrito por em Notícias | 2.081 Leituras

Com um “fotodetector de avalanches nanofotónicas” é possível transmitir 40 Gbps através de sinais de luz. Segundo a IBM, o dispositivo pode abrir caminho aos primeiros chips que usam circuitos de luz em vez de cobre. O dispositivo criado em ambiente laboratorial distingue-se por recorrer a circuitos de silício que transportam sinais luminosos e dispensam os sinais eléctricos hoje usados para a transmissão de dados, revela um artigo publicado na revista Nature.

Os investigadores da IBM admitem que o “fotodetector de avalanches nanofotónicas” (tradução literal de nanophotonic avalanche photodetector) não é totalmente inovador, uma vez que recorre a tecnologias que já são conhecidas. O que não impede o novo dispositivo de apresentar uma eficiência energética 20 vezes superior (opera com 1,5 volts de tensão) à dos dispositivos antecessores.

Alcançado este primeiro feito, os investigadores da IBM apontam agora para uma nova meta: o desenvolvimento de chips com circuitos de luz ou conexões ópticas que permitam catapultar a capacidade de processamento de um computador para um exaflop (o correspondente a um milhão de biliões de operações de vírgula flutuante por segundo ou FLOPS).

Um computador com um exaflop tem 600 vezes mais capacidade de processamento que o Cray XT5, o computador mais potente do mundo que está alojado nos laboratórios de Oak Ridge, nos EUA, e tem uma capacidade de processamento fixada em 1,75 petaflops.

Fonte: Exame Informática | Imagem: Wikipédia

Este artigo foi escrito por em 04 Mar, 2010, e está arquivado em Notícias, Tecnologia. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
1 comentário em “IBM a um passo de criar chip que usa circuitos de luz em vez de cobre”
  1. Boa! Ja tinha pensado sobre isto ha muito tempo. Fora com o barramento de cobre =)

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: