« ReactOS, um pseudo-irmão do Windows XP Aero Enabler, saiba como activar o efeito Aero no Windows Home Basic »
30/11/2010
Escrito por em Gadgets | 4.220 Leituras

A 27 de Janeiro de 2010, Steve Jobs anunciou o iPad. A 3 de Abril deste mesmo ano, o dispositivo mágico da Apple foi disponibilizado nos EUA e em alguns outros países, dos quais Portugal não constava. Hoje, a 30 de Novembro de 2010, o iPad chega oficialmente a terras lusitanas. Ah, Portugal, esse para sempre sobrevalorizado exemplo da vanguarda tecnológica ;)


Apesar de estar já à venda no país vizinho e um pouco por toda a Europa há já vários meses, o dispositivo só agora atinge os principais expositores tecnológicos portugueses: Fnac, Worten e TB Store vendem já o tablet desde esta manhã. Apesar do ligeiro atraso de cerca de um ano, o timing continua a ser perfeito: o Natal está aí, assim como a habitual histeria dos presentes e a época alta para os estabelecimentos comerciais. Mas e estarão os portugueses preparados, economicamente, para o iPad? Eu diria que sim: todos aqueles que estejam com ideias de comprar um iPad, comprá-lo-ão na mesma. O preço é basicamente o esperado.

Além de Fnac, Worten e TB Store, também a Media Mark já publicita no seu site o iPad, sendo de que momemnto não é possível ainda efectuar qualquer compra, no entanto a venda deverá também iniciar-se nos próximos dias.

Relativamente a preços, as 3 vendedores foram pela consistência, e além de facilitarem o processo de escolha do consumidor, facilitam também o trabalho do autor deste artigo. Portanto,

em relação à versão Wi-Fi..

de 16 GB, fica por 499 €;

de 32 GB, fica por 599 €;

de 64 GB, fica por 699 €;

já a versão Wi-fi + 3G…

de 16 GB, fica por 599 €;

de 32 GB, fica por 699 €;

de 64 GB, fica por 799 €;

Adicionalmente, a TBStore promove uma campanha em que na compra de um iPad oferece gratuitamente um MicroSIM Optimus Kanguru, de até 7.2 mbps, com 15 dias totalmente gratuitos.

E para os mais distraídos ou desatentos, convém relembrar que o tablet da Apple é vendido com um processador Apple A4 1Ghz, ecrã multitouch de 9,7 polegadas com resolução de 1024×768, 256 MB Ram, Bluetooth, e o novíssimo iOS 4.2.1, que extende consideravelmente as funcionalidades deste tablet, introduzindo multitasking, pastas para aplicações, AirPrint e AirPlay e uma interface totalmente em Português de Portugal, por exemplo.

No entanto, é preciso relembrar também a presença de um outro conhecido tablet em Portugal, o Samsung Galaxy Tab de 16G, que é vendido pela TMN e Vodafone a 599 €, ou seja, 100 € mais caro do que a versão mais económica do iPad (mas incluindo o Galaxy Tab 3G), e ao mesmo preço da versão Wi-Fi + 3G mais barata do iPad.

No fim de contas, não creio que seja uma questão de preço, mas mais uma questão de filosofia pessoal, aplicações disponíveis e sistema operativo.

Homepage: Fnac | Worten | TBStore

Neste Natal, vai aderir à moda do Pad? Ou será essa uma compra sem sentido, tendo em conta os rumores que dão conta de uma 2ª e melhorada versão do tablet, a ser lançada durante o primeiro trimestre do próximo ano de 2011?


Este artigo foi escrito por em 30 Nov, 2010, e está arquivado em Gadgets, Notícias. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
7 comentários em “11 meses depois, eis o iPad em Terras Lusitanas”
  1. eu creio que seja mesmo uma questão de preços, acho o galaxy bonito e sabendo que conta com SO baseado android é um ponto a tomar em conta, mas o ipad é muito maior, existe uma maior “relação” utilizador gadjet, e como claro mais barato (wi-fi version) , eu se tivesse possibilidades iria com certeza para o ipad.
    gostei do titulo.

  2. no meu caso, penso que ainda não é desta…apesar de lhe achar alguma graça!

  3. Eu penso que qualquer equipamento de 499€ à venda no mercado deveria ter mais do que 256Mb de Ram.

    • Hehe.. um comentários deste tipo apenas demonstra que não fazes mesmo ideia do que falas.. A sério que até dá vontade de rir..

      Atenção que não é qualquer tipo de ataque pessoal.. aproveitei apenas para realçar que é isto que uma grande maioria pensa ao ver as características deste tipo de gadgets, e que é completamente errada..

      Cumps ;)

  4. O iPad 2 está previsto para o início de 2011 e só chega cá quase 1 anos depois dos EUA, é bem. O estranho é que isto não parece nada da Apple.

  5. claro, assim prolonga-se o ciclo de vida do produto enquanto nao ha outro na manga!

  6. carote o Samsung, não fazia a ideia do preço dele.

    com o iOS 4 no iPad a bateria mantém as 10 horas?

    segundo o site da Apple:
    -Up to 10 hours of surfing the web on Wi-Fi, watching video, or listening to music
    -Up to 9 hours of surfing the web using 3G data network

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: