« Linux Live USB Creator: o Linux distribuido numa pen Serviço inovador de conferência web, áudio e vídeo da Vodafone »
26/04/2011
Escrito por em Notícias | 2.735 Leituras

Não se consegue entender como apenas hoje se divulga esta notícia, pois um site como o Youtube deveria ter a obrigação de apresentar este serviço há bem mais tempo: aluguer de filmes em tempo real. As especulações foram mais que muitas, tendo ganho verdadeira forma nos últimos tempos, avançando a decisão mais sensata e apropriada ainda esta semana ou no início da próxima.

Foi após grandes negociações que o YouTube conseguiu chegar a um acordo com os estúdios de Hollywood, entre eles a Sony Pictures Entertainment, Warner Brothers, Universal como também estúdios independentes como a Lionsgate, Kino Lorber, etc, ficando de foram nomes de distribuidoras/estúdios como a Paramount, a Fox e a Disney por considerarem esta forma de distribuição de conteúdos muito fácil de perder o controlo.

Para já ainda não existem valores públicos do custo do serviço, sabendo-se apenas que os conteúdos serão amplos e o mais variado possível, mas isso vai caber-nos a nós, avidos consumidores de vídeos e utilizadores finais julgar o «cardápio» futuro a apresentar.

Com 130 milhões de visitantes, o Youtube corre o risco de tornar-se no maior distribuidor de conteúdos de vídeo, desde que consiga conjugar a relação preço/qualidade ao alcance de todos. O potencial deste portal é ameaçador para muitos serviços, como o netflix, mas penso que as reacções não se farão esperar.

Este artigo foi escrito por em 26 Abr, 2011, e está arquivado em Notícias, Websites. Siga quaisquer respostas a este artigo através do RSS 2.0. Você pode deixar uma resposta ou fazer um trackback do seu próprio site.

Todo e qualquer texto publicado (posts e/ou comentários) na Internet através deste sistema não reflecte, necessariamente, a opinião deste blog ou do(s) seu(s) autor(es). Os utilizadores que optarem por escrever um comentário no campo apropriado para tal comprometem-se, por sua vez, a não transmitir ou divulgar ameaças, pornografia infantil, material racista, textos que sejam ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou viole a legislação em vigor no país. +Informações na página de Termos & Condições de Utilização.

Artigos Relacionados
6 comentários em “Youtube irá apresentar serviço de aluguer de filmes online”
  1. É o fim do Youtube.

  2. deixem-me adivinhar: só vai tar disponível para os Estados Unidos.

  3. Pelo que percebi, não se vai pagar tudo, apenas os filmes…

    Eu considero uma evolução positiva, pois cheguei a ver filmes inteiros no Youtube, e depois começaram a barrar todos… assim, quem quisesse ver pagava, e acho que ficávamos a ganhar todos…

    Poderá acontecer é que os estúdios comecem a “comprar” vários vídeos do youtube (especialmente os mais vistos) e lucrarem com isso… e aí sim seria o fim do Youtube

    • de momento, tanto quanto pude apurar, o youtube terá um serviço tipo videoclube à parte do serviço de vídeos tal como o conhecemos hoje.

      certamente o pessoal do youtube não ia dar um tiro no pé desses bloqueando massivamente conteúdos para depois os vender…

Deixe o seu comentário

(obrigatório)

(obrigatório e não será publicado)



:wink: :-| :-x :twisted: :) 8-O :( :roll: :-P :oops: :-o :mrgreen: :lol: :idea: :-D :evil: :cry: 8) :arrow: :-? :?: :!: